Todos os pais imaginam que vão conseguir cuidar de seus #Filhos. A maioria acredita na chamada "lei da vida", que mostra que eles vão falecer primeiro que os seus pequenos. No entanto, infelizmente, surpresas aparecem e há muitos pais que enterram seus filhos.

O tabloide britânico 'The Sun' compartilhou nessa semana uma bela e triste história de um casal de pais. Louise e John Done perderam o seu bebê pequeno. A criança tinha apenas oito meses e, segundo o site internacional de notícias, morreu poucas horas após ter sido diagnosticada com Meningite.

Os pais da criança, assim que souberam de seu falecimento, decidiram registrar a despedida do pequeno.

Publicidade
Publicidade

As fotos da perda emocionaram o mundo. Algumas dessas #imagens podem ser vistas ao final dessa reportagem. Alertamos que o conteúdo para alguns leitores pode ser considerado forte.

O menino, que pouco viveu em nosso mundo, tinha o nome de Harry. A mãe, antes de deixar o corpo seguir para o processo de perícia do cadáver e preparação para o enterro, fez questão de colocá-lo mais uma vez em seus braços. O corpo do pequeno impressiona. Ele está com muitas partes negras e o seu sangue, de acordo com o 'The Sun', estava envenenado.

O casal alega que fez as fotos da despedida porque, apesar de toda a dor, sabe que isso vai "servir de alerta para muitos pais" e que isso "salvará a vida de crianças", que podem ter mais sorte que Harry na luta contra a #Meningite. A doença pode ser fatal e acabou levando o pequeno bebê diante dos olhos dos próprios pais.

Publicidade

A mãe da criança, após ela estar morta, mostra muito carinho pelo pequeno. O contato dos dois é realmente muito emocionante. A imagem viralizou pelo mundo.

Na sua opinião, a atitude que esse casal tomou foi a melhor possível, ou eles deveriam não ter exposto a morte do pequeno bebê?

Não esqueça de deixar o seu comentário. Ele é sempre importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas relevantes.