Um caso de #traição envolvendo um #Pastor com uma fiel da Igreja Batista Jacob Chapel foi registrado na cidade de Tallahassee, na Flórida. O pastor foi pego no flagra pelo próprio marido traído no momento em que estava mantendo relações sexuais com sua esposa no quarto que usa sua filha mais velha. O pastor pego no flagra foi identificado como O. Jermaine Simmons, de 37 anos, que também é casado e tem um filho. A mulher foi identificada como Claynisha Monette Stephens, de 34 anos, esposa de Benjamin Stephens III.

Segundo informações da polícia local, os oficiais foram até o apartamento na Praça Sienna, na capital Circle Northeast, na tarde de 17 de janeiro, após uma mulher ter chamado a polícia relatando que seu marido estava com muita raiva.

Publicidade
Publicidade

Ele estava com uma arma ameaçando de morte um homem, após ele ter flagrado ela mantendo relações sexuais com o homem dentro do quarto da sua filha.

Ainda de acordo com a polícia, o homem traído chegou em casa após a escola ter entrado em contato com a sua esposa para pegar seu filho doente, mas não obteve sucesso. Então resolveu entrar em contado como o homem, que, ao chegar em sua residência, flagrou toda a cena.

De acordo com a mulher, o pastor foi até sua residência para eles discutirem o começo de um negócio e fornecer a crianças carentes roupas e sapatos, mas no decorrer da conversa terminaram em cima da cama. Segundo a mulher, ela relatou para a polícia que ela e o pastor começaram a ter um caso amoroso em outubro de 2016.

O homem, enfurecido, disse para o pastor que ia matá-lo. Em seguida, foi até o seu quarto pegar uma arma.

Publicidade

Nesse momento, o amante saiu correndo do apartamento completamente nu e se escondeu atrás de uma cerca. O incidente aconteceu na mesma semana em que Jermaine Simmons estava comemorando o seu 11º aniversário de liderança na Igreja Batista Jacob Chapel.

De acordo com o portal “Christian Post”, um ex-membro da entidade religiosa, que preferiu ficar em anonimato, disse que o pastor já fez muita coisa boa antes do caso de traição. "Antes deste incidente aquela igreja tem feito muito bem a toda aquela comunidade. [A igreja] ajudou as pessoas com contas, ajudou as pessoas a encontrarem empregos, ajudou as pessoas a deixarem as drogas", disse o ex-membro em anonimato.

Ainda de acordo com o portal , a direção da Igreja se pronunciou a favor do pastor. "Sob a liderança do Pastor Simmons, a Capela de Jacó literalmente alimentou os famintos, vestiu os nus, ministrou aos que estavam nas prisões e construiu casas para aqueles sem-abrigo, é a mensagem da Cruz, da morte, do sepultamento e da ressurreição de Cristo da sepultura que continua a alimentar o fogo que queima dentro deste apaixonado pregador e professor", disse a igreja. #Religião