PewDiePie, atualmente, é conhecido como o maior youtuber do mundo, contando com cerca de 53 milhões de inscritos e com quase 15 bilhões de visualizações no seu canal do #youtube.

Essa semana, ele sofreu uma grande quantidade de críticas da mídia por ter feito piadas sobre nazismo, fascismo, entre outros assuntos pesados. A mídia concluiu que, talvez, o grande youtuber defendia e apoiava o nazismo, quando, na verdade, PewDiePie era realmente contra tudo isso, por isso, ria e brincava com essas coisas, demonstrando que a época do nazismo e fascismo foi algo tão terrível e cruel que, hoje em dia, temos que levar isso como algo super nojento e desprezível, fazendo de piada.

Publicidade
Publicidade

Devido aos ataques da mídia, PewDiePie foi prejudicado. Ele acabou sendo expulso de sua network, que servia de grande ajuda para ele e era controlada pela Disney. O youtuber também teve sua famosa série, Scare PewDiePie, cancelada. Vários youtubers do mundo estão fazendo vídeos de motivação para que PewDiePie consiga lidar com toda essa situação que vem enfrentando.

PewDiePie se pronunciou sobre o assunto gravando um vídeo resposta a todo esse ocorrido. No vídeo, ele se emociona bastante, diz que a mídia realmente não sabe o que faz, fala que só querem saber de prejudicar os outros, pois sabem que os youtubers estão tendo uma influência maior do que a própria mídia jornalística. No final do seu vídeo, ele diz que não liga, pois ele vai conseguir dar a volta por cima.

Publicidade

Youtubers de todo o mundo se uniram para protestar contra isso e para dar forças ao maior youtuber do mundo.

O que os judeus acham sobre essa atitude de PewDiePie?

O próprio youtuber, que é também conhecido pelo seu nome verdadeiro, Félix Arvid, tem um amigo igualmente youtuber que, por acaso, é judeu. Ele achou tudo isso um grande absurdo pois, segundo ele, "devemos levar essas coisas com humor, pois já choramos muito ao passado. O que nos resta agora é sorrir e a mídia não pode querer explorar os outros para ter um bom resultado em suas matérias". #acusado