O detetive português #Gonçalo Amaral está terminando os últimos capítulos de um segundo livro sobre o desaparecimento de #Maddie #McCann. A menina inglesa, que sumiu em 2007, continua desaparecida todos esses anos depois, apesar de todos os esforços feitos de investigação. A família da menina apareceu como suspeita no primeiro livro do português, que já está procurando por uma editora inglesa, para publicar um segundo livro na Inglaterra, onde promete novas provas arrasadoras. O policial português teve sérios problemas, por causa dessa investigação, mas ultimamente tem virado o jogo e tem sido uma dor de cabeça para os McCann.

Foi a polícia portuguesa quem primeiro colocou responsabilidade nos pais de Maddie nesse desaparecimento.

Publicidade
Publicidade

A criança desapareceu no Algarve, depois de deixada sozinha em casa, pelos pais. Na altura, a menina tinha somente três anos e ficou a sós, com os irmãos gêmeos, ainda mais novos. Kate e Gerry McCann, os pais de Maddie, tinham saído para jantar fora com uns amigos, na noite do desaparecimento. Gonçalo Amaral era o detetive que liderava a investigação, mas acabou perdendo para os ingleses, em uma altura em que ele defendia que os pais poderiam ter culpa nesse sumiço.

Quando foi afastado da investigação, ele acabou contando tudo o que sabia, escrevendo o livro "A verdade da mentira", em 2008, onde ele alegou que Madeleine estava morta e que os McCann tinham escondido seu corpo, motivando um processo em tribunal, que se arrastou até 2017.

Porém, na mesma semana em que o tribunal recusou o pedido dos McCann, que exigiam 500 mil euros para Gonçalo Amaral e que seu livro não fosse vendido, o português tem mais uma notícia que não vai agradar nada para o casal inglês.

Publicidade

De acordo com o jornal The Sun, Amaral tem um novo livro quase pronto e será publicado na Inglaterra, onde o detetive tem imensos fãs, e muitos curiosos para ler o que mais ele tem para contar sobre esse caso.

Um amigo de Amaral contou para o jornal Sunday Express que o português estava escrevendo esse livro para ganhar dinheiro, depois das dificuldades que passou nos últimos tempos: "Ele só podia pagar as contas legais graças a doações, principalmente de pessoas britânicas. Por enquanto ele está trabalhando duro no segundo livro na Suíça, mas ele deseja agradecer a seus apoiantes no Reino Unido por apoiar sua batalha para proteger a liberdade de expressão".

Porém, uma fonte próxima dos McCann já fez saber que Kate e Gerry estão se preparando para impedir que esse livro seja publicado na Inglaterra, e em inglês, ameaçando o detetive com mais um processo.