Um vídeo horrível está chocando internautas de todo o mundo. As imagens rapidamente viralizaram e só em uma rede social chinesa, onde foi inicialmente compartilhado, somou logo milhões de visualizações.

Depois, o vídeo correu o mundo e continua chocando. Apesar de a história não estar confirmada oficialmente, o vídeo mostra uma mulher, que seria a mãe do menino, chutando a criança, um pequeno bebê, no chão. Os gritos do bebê são o que mais choca no vídeo, que tem ainda uma pessoa filmando, mas que não interferiu.

A pessoa que fez o filme do abuso, aparentemente, preferiu filmar o incidente a fazer alguma coisa para impedir essa loucura da suposta mãe.

Publicidade
Publicidade

O clipe tem somente 6 segundos, e começa com o bebê chorando no chão e a mulher o chutando. A história teria começado quando o bebê já estaria chorando, o que teria deixado a suposta mãe sem paciência.

Como o menino não se calava, ela o colocou no chão, o que, naturalmente, não acalmou o bebê, que teria continuado chorando mais e mais. Quando o vídeo começa, se ouve o menino gritando desesperado. No entanto, como ele continuava chorando, ela parece dar um chute forte na criança, que fica se contorcendo no chão, tentando escapar desse abuso.

O vídeo mostra que, em torno da mulher e da criança, há testemunhas filmando e se ouvem vozes de alguém conversando. Seria mais do que uma pessoa, mas nenhuma delas interveio para tentar parar a mulher. Nas redes sociais, são muitas as pessoas que estão criticando quem faz uma coisa dessas, dizendo que já não é a primeira vez que as pessoas ficam filmando em vez de ajudar e de tentar impedir o que está acontecendo.

Publicidade

A possível agressora não foi ainda identificada, mas, de acordo com a imprensa chinesa, ela estaria estressada pelo choro constante do bebê e, no vídeo, pode se escutar a mulher gritando "Pare de chorar".

Ainda não foi revelado se já existe ou não uma investigação para o caso, até porque a localização exata do incidente ainda é desconhecida, mas, pelo vídeo, é possível que alguém venha a identificar a mulher, que até poderia ser a madrasta do menino, de acordo com comentários em rede social chinesa.

Assista ao vídeo:

#agressão #Violência #Bebês