De acordo com informações do site da Revista Veja, em reportagem publicada nesta quinta-feira, 9, que repercutiu dados da mídia internacional, uma mulher tentou o suicídio na cidade de Shaanxi, na China. A mulher, que não teve identidade informada, tentou pular de um prédio alto da região, que fica no centro do país mais populoso do planeta. No entanto, ela não conseguiu o objetivo de se matar. Isso porque o marido dela, que também não teve revelado o seu nome, conseguiu pegá-la pelo rabo de cavalo. O esposo cuidado e habilidoso conseguiu evitar a queda e perder a companheira.

A tentativa de suicídio, como mostra uma reportagem do Daily Mail, aconteceu no domingo, mas apenas agora ela ganhou destaque em todo o mundo.

Publicidade
Publicidade

A mulher tem 30 anos. Enquanto pedia para o marido largar o seu rabo de cavalo, ele parecia mais decidido de continuar nessa empreitada. A mulher decidiu tentar se matar depois que ela e o marido começaram a discutir no apartamento. O casal mora no último andar do prédio. A senhora foi segurada pelos cabelos e se debateu bastante. A mulher se recusava a voltar para o apartamento, mas seu companheiro foi insistente, ao dizer que a atitude que ela estava tomando não era a melhor.

“Quando chegamos, a mão do marido estava escorregando e segurava o fim do cabelo", informou um dos policiais responsáveis pelo salvamento da mulher. De acordo com ele, caso as autoridades chegassem alguns segundos depois, o destino da suicida seria o pior possível.

Veja abaixo o vídeo que mostra o marido salvando a vida da esposa, que queria se matar.

Publicidade

Ele foi bastante rápido, ao perceber que ela iria pular do prédio. O homem conseguiu, como se pode ver nas imagens, segurar a companheira rapidamente, além de ter força para mantê-la nessa situação por mais de três minutos.

Na sua opinião, como se pode ajudar pessoas que tem pensamentos como o dessa mulher, não querendo mais viver? Deixe o seu comentário. A sua opinião é sempre muito importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas importantes.

#Crime