Um vídeo compartilhado na redes sociais mostra uma abordagem policial de tirar o fôlego. As imagens flagram um policial norte-americano lidando com uma espécie de maluco que porta uma faca às margens de uma rodovia estadual.

As cenas são alucinantes, pois envolvem um sujeito que não parece estar em seu juízo perfeito. Ele está munido de uma faca e diz frases desconexas. O agente policial tenta a todo custo fazê-lo ficar em posição de rendição, mas o homem parece não escutar e segue andando no meio da pista, como se estivesse em um transe profundo.

As imagens são registradas por meio de uma câmera acoplada à cabeça do policial.

Publicidade
Publicidade

A todo momento a autoridade grita muito para que o homem se agache e coloque as mãos onde ele possa ver.

O maníaco não obedece e segue andando aleatoriamente na pista. Somente depois de cerca de sete minutos, o homem se deita no chão e outros policiais conseguem imobilizá-lo e desarmá-lo.

Visivelmente abalado, o policial que estava dando as ordens de rendição se afasta arfante. Aliviado, tenta se recuperar da ação bem sucedida.

O que é possível tirar de lição do vídeo é a perseverança e a confiança do policial em seu treinamento. Ele poderia ter disparado vários tiros no sujeito, que insanamente se recusava a se render. No entanto, o agente conseguiu administrar a pressão e segurar a tensão, a ponto de pacientemente continuar em alerta, mas tentando sempre o desfecho melhor possível, sem tiros e sem violência.

Publicidade

Pela conclusão do vídeo, parece que todo o foco e paciência do policial valeram a pena. O agressor que portava uma faca foi detido e deixou de oferecer risco à sociedade, sem que uma bala sequer precisasse ser disparada.

O vídeo mostra que várias viaturas policiais foram destacadas para a operação. Apesar de todo o aparato policial, nenhum sangue foi derramado.

O vídeo tem recebido comentários de seguidores de páginas policiais e especialmente de páginas especializadas em treinamento de tiros. A maioria dos comentários apoiou a conduta do agente americano.

#Crime #Investigação Criminal