Uma semana depois de um #Ataque que vitimou fatalmente um homem que tentou entrar no zoológico sem pagar e foi atacado por três tigres até a morte, outro vídeo chamou atenção nas redes sociais. As imagens dessa vez mostram o momento em que uma zebra morde e arrasta um homem pelo braço por alguns metros.

O dramático incidente ocorreu no Safari Park Chimelong, em Guangzhou, capital da província de Guangdong, no sul da China. O vídeo já foi visto milhões de vezes no popular site chinês Weibo. Podemos ouvir os turistas gritando desesperados enquanto #a zebra travava os dentes no braço do funcionário do #Zoológico.

O homem, de sobrenome Li, tropeça e cai no chão enquanto o animal o arrasta para dentro do mato.

Publicidade
Publicidade

Vários outros funcionários podem ser vistos perseguindo a zebra com varas para salvar o homem. Os seus colegas correm desesperadamente tentando intervir, perseguindo o animal enfurecido com uma vara de madeira na esperança de libertar a vítima. Os visitantes relataram que o funcionário conseguiu escapar, mas sofreu ferimentos nas mãos. Li era tratador de animais no zoológico.

Chimelong Safari Park confirmou o incidente em uma declaração pública e disse que Li só tinha sofrido "lesões leves". Afirmou também que ele foi libertado após dois minutos do ataque, e não se sabe ao certo as razões pela qual a zebra atacou o homem ferozmente.

Zebras geralmente tentam fugir no primeiro sinal de problemas, mas em certas situações podem ser selvagens. Elas têm uma forte mordida e um pontapé poderoso o suficiente para matar cães selvagens.

Publicidade

Podem se tornar violentas se acreditarem que um predador está ameaçando o rebanho, que parte para a briga para proteger os animais mais jovens.

Os animais são imprevisíveis, pois se tratam de criaturas selvagens. Podem entrar em pânico quando se sentem ameaçados. Os garanhões também podem se tornar violentos durante o acasalamento, eles lutam uns contra os outros e disputam violentamente o acasalamento com as fêmeas. Mas até agora não foi divulgada a causa do ataque que vitimou o cuidador. Veja o vídeo.