Na tarde desta quarta feira, autoridades policias dispararam tiros em um veículo após o condutor atropelar algumas pessoas que estavam caminhando pela ponte Westminster, próximo ao parlamento britânico. Testemunhas dizem que o carro só parou após ficar preso pelas pessoas que arrastou durante o trajeto.

Logo após estes atropelamentos, um homem foi avistado com uma faca, atacando as pessoas que passavam nas proximidades do parlamento. Ainda não se sabe ao certo, mas talvez o agressor seria o condutor do veículo que teria atropelado diversas pessoas minutos antes.

Ação das autoridades

Ao perceber a ação deste homem, a polícia fez diversos disparos que atingiram o meliante, que acabou perdendo a vida no local.

Publicidade
Publicidade

No momento, além do próprio agressor, foi confirmada também a morte de uma mulher que não aguentou os ferimentos após ser atropelada próxima ao parlamento. Os médicos britânicos, em entrevista, disseram que existe uma quantidade muito grande de pessoas com ferimentos graves, entre eles um agente policial que foi esfaqueado pelo homem e uma mulher que foi retirada das águas do rio Tamisa com muitos ferimentos.

No momento ainda não foram informados os dados do homem, e testemunhas apenas informaram que ele parecia ser um homem de meia idade e que andava normalmente antes de cometer a sequência de crimes pelas ruas de #londres. As autoridades dizem que o homem teria escolhido aquele local premeditadamente antes de cometer o ataque, o que preocupa a população local, que tem medo que ocorra ataque futuros.

Publicidade

A policia local busca mais informações sobre o caso, buscando saber a fundo a motivação para tal crime. A princípio as autoridades britânicas tratam o caso como um suposto ataque terrorista, e pretendem seguir por esta linha de raciocínio até obter mais informações sobre o ocorrido. Passageiros do metrô próximo ao local disseram em entrevistas que as autoridades fizeram o pedido para que a população evite usar transportes públicos, o que reforça a ideia de que o caso está sendo tratado como um atentado terrorista. #Terrorismo #Ataque Terrorista