Uma pessoa ficou ferida, nesta quinta-feira (16/03), após a explosão de uma carta-bomba no escritório do Fundo Monetário Internacional (FMI) em #Paris. Segundo a polícia, a vítima é assistente da direção.

"Um envelope explodiu depois de ser aberto e uma pessoa ficou levemente ferida nos escritórios do FMI", informou a polícia de Paris.

De acordo com as primeiras informações, várias pessoas foram retirados do local por medida de segurança. No entanto, não foram registrados maiores danos no local.

Ainda não se sabe quem enviou a carta ao escritório, que está localizado na região oeste de Paris. O departamento de Polícia de Paris comunicou, através do Twitter, que já está investigando o caso.

Publicidade
Publicidade

Além dos escritórios do FMI, estão sendo vasculhados os escritórios do Banco Mundial, que fica no mesmo prédio.

A chefe do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, classificou o ataque como um "ato covarde de violência".

A França vem enfrentando uma série de ataques terroristas islâmicos nos últimos anos. Em junho de 2016 um ataque com um caminhão em Nice, na celebração do Dia da Bastilha, deixou mais de 80 mortos e outros feridos. Menos de um ano antes, a cidade de Paris sofreu uma série de ataques em restaurantes e em uma casa de shows, deixando mais de 180 pessoas mortas. Ambos os ataques foram reivindicados pelo Estado Islâmico, do Iraque.

Ataque na Alemanha

O atentado com a carta-bomba em Paris ocorreu um dia depois de uma tentativa na Alemanha. Na quarta-feira foi encontrado um pacote explosivo no prédio do ministro de finanças da Alemanha, Wolfgang Schäuble.

Publicidade

A polícia de Berlim informou que o pacote explosivo foi projetado para causar graves danos.

Um grupo de extrema-esquerda da Grécia assumiu a autoria do atentado na Alemanha. Em comunicado na internet, o grupo publicou: "Reivindicamos a responsabilidade pelo envio de um pacote com uma armadilha para o ministro alemão das Finanças".

As autoridades ainda não sabem informar se o ataque em Paris tem relação com o ocorrido na Alemanha. #Ataque Terrorista