O evento de touradas nunca foi e nem será unanimidade no mundo. Muitos criticam o evento por ser uma aberração contra o animal. Os toureiros vão maltratando o touro até que ele seja sacrificado. O evento chega a ganhar a denominação de prática esportiva. Muitos consideram a prática medieval e cruel. Mas há quem goste e defenda as #touradas. Essas pessoas sempre estão ávidas para ver o sangue do touro. Mas, às vezes, o animal leva a melhor. Pior para um toureiro que se apresentava no último domingo, na capital mexicana.

O toureiro, Antonio Romero, conhecido como "El matador azteca", viu o feitiço se virar contra o feiticeiro.

Publicidade
Publicidade

O animal de meia tonelada deu uma chifrada no ânus de Antonio. Chegou a penetrar cerca de 20 cm de seu #chifre. A lesão foi muito grave e Romero precisou ser levado às pressas para um hospital próximo a arena. Segundo o jornal ABC o toureiro ferido é um dos melhores do México e na noite que se apresentava, era a maior atração.

A chifrada destruiu o esfíncter e boa parte do reto do toureiro. As cenas são extremamente fortes e chocantes e podem ser assistidas no vídeo abaixo.

Antônio precisou ser submetido a uma cirurgia de emergência para reconstituir o reto e passou por uma colostomia. O estado de "El matador azteca" inspira cuidados, mas ele não corre mais risco de morrer. Essa informação foi passada pela emissora Univision, do país.

A revista eletrônica especializada em touradas, "Toros e Faenas", entrevistou Antônio ainda no hospital.

Publicidade

Ele tranquilizou os fãs dizendo que está se recuperando bem e afirmou que a chifrada doeu muito, mas a pior dor, não foi física, foi por não ter vencido o touro. Ele garante que fez seu melhor e se esforçou ao máximo.

Agora, se você pensa que ele irá desistir da prática, se engana. Na mesma entrevista, o toureiro afirmou que já está ansioso para retornar às arenas e voltar a tourear.

Esse não é o primeiro, nem será o último acidente no chamado "esporte". Existem casos onde, infelizmente, o toureiro não sobreviveu para contar a história. Em todos os outros, o touro é quem não sobrevive e agoniza com uma espécie de lanças fincadas em seu corpo.

E você, o que acha da prática?

Assista ao vídeo.

#ânus