Sempre que há um novo #Ataque Terrorista duas coisas acontecem: A comoção geral das pessoas em face das vítimas e um convite ácido e sangrento para que se faça uma espécie de revisão da trajetória do terror não-estatal na esperança de que alguma saída possa ser encontrada. Os motivos que levam a ações desse tipo são os mais diversos possíveis: Política, territorial, religioso e extremismo em várias vertentes.

Já as formas usadas para promover o terror são as mais variadas possíveis. Carros-bomba, homens-bomba, explosões em prédios e aviões são apenas alguns exemplos entre tantos outros.

Abaixo segue uma lista com alguns dos piores atentados terroristas de todos os tempos.

Publicidade
Publicidade

11 de setembro de 2001 – EUA

Diversos atentados terroristas idealizados e praticados por integrantes da rede jihadista Al Qaeda. Os resultados foram mais de 3 mil mortos, 6 mil feridos e a destruição total do World Trade Center, na cidade de Nova York. O Pentágono, no estado da Virgínia também foi atingido.

7 de agosto de 1998 – Quênia e Tanzânia

Dois carros-bomba explodiram nos arredores das embaixadas dos EUA situadas em Niróbi e em Dar es Sallam. Capitais do Quênia e da Tanzânia respectivamente. Foram 224 mortos e cerca de mil feridos.

11 de março de 2004 – Espanha

O ataque envolveu 10 explosões que atingiram 4 trens. Um total de 191 pessoas morreram e cerca de 1.850 ficaram feridas em Madri.

9 de abril de 1999 – EUA

O atentado foi realizado por Timothy McVeigh contra o prédio Federal Alfred P.

Publicidade

Murrah, em Oklahoma City. Os mortos chegaram a 168 pessoas e 500 feridos.

10 de outubro de 2015 – Turquia

O que era uma marcha em favor da paz na cidade de Ancara acabou se transformando no pior atentado terrorista do país. O saldo foi de 95 mortos e mais de 240 feridos.

18 de julho de 1994 – Argentina

Um carro-bomba explodiu contra a Associação Mutual Israelita Argentina (AMIA), na capital, Buenos Aires. Foi o pior atentado de origem não-estatal do país. Os mortos somaram 85 pessoas e 300 feridos. Este foi o pior ataque sofrido por judeus desde fim da Segunda Guerra Mundial.

22 de julho de 2011 – Noruega

Primeiro foi uma explosão em Oslo. Pouco mais de duas horas depois um tiroteio na Ilha de Utoya que resultaram em 77 mortos e cerca de 100 feridos.

7 de julho de 2005 – Inglaterra

Três bombas explodiram às 8h50 da manhã com um intervalo de menos de um minuto entre as explosões. Tudo ocorreu em três vagões do metrô de Londres. Houve também uma quarta bomba que detonou em um ônibus na Praça Tavostock. O ataque deixou 52 mortos e 770 feridos.

Para saber mais, veja no vídeo abaixo alguns dos ataques e grupos terroristas que espalharam destruição nos últimos cem anos.

Aproveite e deixe em nossos comentários sua opinião a respeito desse assunto.

#Terrorismo #Mundo