Em meio a tudo que presenciamos em nosso país no quesito #Política, vemos cada vez mais escândalos acontecendo no Brasil. Muitos dos políticos que dizem não ser corruptos, na verdade, estão aproveitando da situação para querer ter um extra em seu salário.

Por incrível que pareça, entre os 5 maiores corruptos do mundo, não há nenhum brasileiro. Isso mesmo, se achamos que o Brasil está em um momento difícil, é porque não paramos para observar a história de outros países que passaram por situações bem mais complicadas que as nossas.

Veja a listagem dos maiores corruptos que já passaram pela história.

1. Mohamed Suharto

Ele foi presidente entre 1967 até 1998 na Indonésia.

Publicidade
Publicidade

O seu sistema governamental foi considerado como o mais corrupto do século XX. Ele e sua família tinham o controle de muitas empresas privadas e instituições de caridade.

Durante seu governo, de longos 32 anos, estima-se que foi desviado cerca de 15 a 35 bilhões de dólares.

2. Ferdinand Marcos

Ele presidiu as Filipinas entre 1965 até 1986 em seu rigoroso regime de ditadura. Fez a divida de seu país crescer de 1 bilhão de dólares para 25 bilhões. Durante seu governo, usava contas particulares para desviar o dinheiro que era arrecadado pelo governo.

3. Mobutu Sese Seko

Atuou como presidente da República do Congo entre os anos de 1965 a 1997. Atuou com regime ditatorial por durante 32 anos, período em que foi desviado cerca de 4 a 15 bilhões de dólares.

Com tudo que aconteceu, o país passou por um grande aumento da inflação e uma grande desvalorização de sua moeda local.

Publicidade

4. Slobodan Milosevic

Entre os anos de 1989 ate 1997, foi presidente da Sérvia. Já entre 1997 a 2000 atou comandando a República Federal da Iugoslávia. Em 2001, foi detido e preso acusado por #Corrupção e abuso de poder.

Ele foi denunciado às Nações Unidas por crime de guerra no tribunal em Haia. Em julgamento, foi acusado pelos crimes contra humanidade e também pelo uso ilegal de cerca de 2,1 bilhões de dólares do governo. Ele veio a óbito antes mesmo que seu julgamento tivesse sido finalizado.

5. Saddam Hussein

Presidente do Iraque entre julho de 1979 a abril de 2003. No ano de 2003, horas antes da invasão dos Estados Unidos, ele mandou que fosse transferido para sua conta pessoal cerca de 1 bilhão de dólares.

Em 2006, foi condenado por enforcamento pela morte de 148 xiitas iraquianos no ano de 1982. Seu enforcamento foi realizado em 30 de dezembro de 2006 #Curiosidades