Um garoto de dois anos, que estava acompanhado do avô, ficou preso em uma porta giratória do Piaget Hotel em Hefei, capital da província Anhui, no leste da China. A mãe do menino, que, segundo relatos, tinha aprendido a andar há pouco tempo, participava de uma reunião em um dos salões de banquete do prestigiado estabelecimento e a dupla planejava encontrar-se com ela depois que o evento tivesse acabado.

Publicidade

O avô passou facilmente pelo mecanismo de entrada, mas descuidou-se do netinho, que ficou para trás e acabou atingido pela porta e prensado entre a moldura e o vidro da porta, perdendo imediatamente a consciência devido ao sufocamento.

Publicidade

Pessoas que presenciaram o terrível acontecimento correram para socorrer o menino, tentando diminuir a pressão sobre o pescoço e o peito da criança ferida.

Depois de dois minutos de trabalho, os hóspedes do hotel conseguiram libertar o garoto desmaiado. Enquanto se esperava a chegada de uma ambulância, um dos hóspedes, profissional de saúde do Segundo Hospital Popular de Heifei, começou a fazer reanimação cardiorrespiratória no menino. O socorro chegou poucos minutos depois e a criança, cujo nome não foi revelado, foi levada para o Hospital Infantil da Província de Anhui, onde recuperou a consciência. Sua condição, felizmente, é estável e, espera-se, que ela possa receber alta em breve. Tudo permite, portanto, concluir que a história terá um final feliz e que, para o pequeno e sua família, ficará apenas o susto.

Um breve #Vídeo feito com a câmera do celular por pessoas que presenciaram a cena está circulando pela internet e mostra a imensa agitação e desespero que tomou conta das pessoas e a retirada do menino, ainda desacordado, do interior da porta giratória.

Publicidade

O caso, certamente, serve como um alerta e como um lembrete triste dos riscos que as crianças, por sua inocência, falta de força ou de coordenação correm e da necessidade de que elas tomem bastante cuidado. É relevante que os pais ou responsáveis mantenham as crianças em suas vistas, especialmente em ambientes pouco familiares a elas.

Vídeo