Um vídeo que circula nas redes sociais gringas está dando o que falar. Um dos posts com o material foi compartilhado mais de 30 mil vezes em apenas 16 horas.

As cenas mostram o que seria uma aula de tiro, provavelmente em uma escola americana. O homem que parece ser o instrutor de dois ou três iniciantes aparece falando muito em inglês. Ele dá dicas aos rapazes de como segurar a arma e também da postura correta no momento do disparo. Mas um #Acidente de repente acontece. Surpreendentemente, uma bala é deflagrada, para susto dos alunos e também do “professor”.

O responsável pelo disparo tenta disfarçar a perplexidade com o que acabara de fazer.

Publicidade
Publicidade

Ele continua dando explicações e gesticulando, mas fica nítido que ele e todos ficaram muito assustados. As expressões imediatas de todos após o ruído do tiro são autoexplicativas.

Um dos alunos chega a perguntar ao instrutor: “você quis fazer isso?” e ele responde que sim, com um sorriso que já denuncia a verdade: o tiro foi acidental.

A pergunta é: o que poderia acontecer se a arma tivesse apontada para a direção errada e a bala atingisse alguém? Felizmente, ninguém ficou ferido, mas os internautas que viram o vídeo no Facebook perceberam os riscos do manejo displicente do armamento.

Um deles escreveu na área para comentários: “Mantenha o dedo fora do gatilho até estar pronto para atirar. Droga!”.

Antes alguém registrou: “Pegue suas armas e mande-o para casa, por favor”, enquanto outro internauta agradeceu a Deus por não ter ninguém no telhado naquele momento.

Publicidade

Outro internauta digitou que o vídeo acabou mostrando uma lição clara e importante de que arma não é um brinquedo e que acidentes podem ocorrer até com pessoas experientes e acostumadas a lidar com o objeto mortal.

O responsável pelo perfil que divulgou o vídeo no Facebook escreveu que ofereceu prêmios a quem acertasse o desfecho do vídeo, mas adiantou uma pista: “Este cara pode precisar de um novo conjunto de calças e cuecas”.

Mais de 7.900 pessoas comentaram o material.