A montadora alemã #BMW teve um grande prejuízo no início deste mês. Segundo informações publicadas pelo jornal Bild, no último dia 3 de março, dois funcionários da linha de montagem decidiram usar o período de folga no trabalho para consumirem #maconha sintética, mais forte que as convencionais. No entanto, eles passaram mal, chegando a desmaiar. Com isso, uma ambulância precisou ser chamada, paralisando a produção durante aproximadamente 40 minutos.

Um dos operários passou mal porque tinha muito álcool no sangue, enquanto o outro havia tomando anfetaminas. Eles trabalhavam na linha de montagem dos escapamentos e como o setor precisou ser interrompido para que eles fossem atendidos, o que provocou um efeito dominó, paralisando toda a produção dos veículos Série 3 e Série 4.

Publicidade
Publicidade

A montadora não revelou o tamanho do prejuízo, apenas deixou no ar que ele foi na casa dos 5 dígitos, porém, o jornal Bild acredita que as perdas pelo tempo parado podem ser bem maiores, chegando em torno do 1 milhão de Euros. Quanto aos funcionários, que eram de origem polonesa, um foi demitido e o outro foi transferido de setor, onde certamente não representará risco de novas perdas.

A fábrica onde aconteceu o incidente fica em Munique, na #Alemanha, e é uma das maiores da BMW na Europa. Ela conta com quase 8 mil funcionários de 50 países. A unidade também é responsável pela fabricação dos motores de todos os modelos da marca, tanto a gasolina quanto a diesel.

Fundada em 1913, por Karl Friedrich Rapp, a BMW inicialmente produzia motores para aviões. Com a proibição da Alemanha em produzir aeronaves após a publicação do tratado de Versailles, em 1923, a empresa passou a fabricar motocicletas e, somente 10 anos mais tarde, iniciou a produção de carros.

Publicidade

Também foi uma das principais fornecedoras do exército alemão durante a Segunda Guerra Mundial. Após ter sua fábrica praticamente destruída em 1944, só voltou a produzir motocicletas três anos mais tarde. A produção de automóveis só foi retomada em meados de 1952.