A descrição de covardia foi atualizada, infelizmente, com sucesso na cidade de Shangqiu, na China. Um homem, cuja identidade não foi divulgada, espancou a esposa em público, na frente da polícia. Para piorar a situação, o motivo foi surpreendente: a esposa apanhou porque descobriu que o seu parceiro tinha uma amante.

A confusão

A amante dirigia o carro do homem pelas ruas da cidade quando foi vista pela esposa do infiel. A amante foi abordada pela esposa traída aos gritos de “destruidora de lares”. Acuada, ela ligou para o homem pedindo socorro, já que a esposa dele estava enfurecida.

O homem chegou minutos depois e, ao ser intimidado pela esposa traída, não teve dúvidas.

Publicidade
Publicidade

Foi para cima dela e começou a agredi-la sem o menor pudor. As testemunhas que presenciaram a cena disseram que o marido não se desculpou com a esposa e, na verdade, a atacou.

Para surpresa geral, a polícia estava presente no local com dois agentes e não conseguiu segurar o homem. Em determinado momento, ele jogou a esposa contra um carro estacionado.

Outras pessoas que estavam no local tentaram conter o agressor, mas também não conseguiram. Dezenas de pessoas presenciaram as agressões do início ao fim. Além de ter sido traída, a mulher, humilhada, ainda foi espancada. Ela teria levado socos, pontapés e puxões de cabelo.

Depois de tentar bastante, a polícia conseguiu segurar o agressor que, antes de parar definitivamente, ainda avançou em direção a esposa e acertou outros golpes nela. Não se sabe o que aconteceu com o homem, muito menos com a agredida.

Publicidade

Espera-se que ela tenha o denunciado para a polícia que acompanhou toda a confusão.

Amante

A amante teria sido encurralada pela família da mulher traída, mas nada de mais grave teria acontecido com ela. Também não se tem informações se o casamento acabou e o homem assumiu o romance com a amante.

De qualquer, este caso que aconteceu lá na China poderia ter acontecido em qualquer lugar do Brasil. Casos de #traição, infelizmente, também são comuns por aqui. Alguns deles têm o desfecho trágico, com mortes, por exemplo. #Violência