A diferença cultural entre alguns povos assusta muitos que não estão acostumados com uma sociedade tão diferente uma da outra, em diversos aspectos. Mesmo com a globalização, alguns costumes considerados tradicionais ainda persistem em violar direitos internacionais como a vida, proteção e a discriminação de povos e pessoas em situações de vulnerabilidade. Por mais que alguns ainda apontem essas diferenças culturais como crimes contra a humanidade, essas tradições ainda continuam vivas em diversos lugares.

É difícil de imaginar que nos dias atuais a pena de morte ainda exista em alguns lugares. O mais chocante é saber que algumas pessoas são mortas em países extremistas simplesmente por serem homossexuais ou mulheres que separaram-se de seus maridos.

Publicidade
Publicidade

Nesses lugares, pessoas que vivem à margem da sociedade fazem de tudo para manterem-se vivas diante de um regime social tão cruel.

Um exemplo claro disso são os países islâmicos, onde grande parte dele segue ensinamentos bíblicos até hoje como leis supremas. No livro sagrado deles constam que assassinatos e violência em público são medidas de correção para pessoas que não sustentam a fé no país. Mas, o que mais chocou na internet são vídeos de mulheres apanhando de seus próprios maridos em países islâmicos.

Não dá pra saber ao certo que país as mulheres são mas vemos um homem com uma túnica branca com uma espécie de vara batendo nas mulheres que agonizam no chão. Elas estão todas cobertas pelo véu que costumam usar, além de panos que impedem de exporem seus corpos da cabeça aos pés. No vídeo, é possível ver diversas mulheres apanhando de um homem apenas.

Publicidade

Tudo indica que elas sejam mulheres deste mesmo homem, já que pela religião islã o homem pode ter várias esposas. Nessa cultura, tão diferente da ocidental, a mulher é tratada como mercadoria, ou ela está na posse de seu pai ou é considerada objeto pelo marido, que pode fazer de tudo que quiser com suas mulheres.

O homem chuta e alfineta a barriga de uma mulher que grita no chão palavras em árabe. A tortura é uma cena comum para mulheres que vivem nesse regime, onde quem nasce menina não possui direitos básicos que são suprimidos à elas.

Para o islã, a mulher é tratada como mercadoria e até o dote tem sua valoração baseada no que a mulher tem a oferecer. As mulheres não podem frequentar ambientes com homens sozinhas e muito menos falar com estranhos. Segundo os ensinamentos desses povos, as mulheres devem apanhar para serem educadas conforme o desejo de seu marido.

#Crime #Casos de polícia