A ação humana no meio ambiente ainda é desastrosa e a exploração desenfreada acaba atingindo a fauna e a flora de diversos países. Muitos ecossistemas já foram completamente modificados pelo homem e isso não é diferente seja na terra, no ar ou na água. Quem mais sofre são os #Animais, que perdem a cada dia mais o seu habitat para o crescimento dos centros urbanos que engolem espaços verdes inteiros.

Um vídeo que chamou bastante a atenção em todo o mundo foi o de um tubarão se debatendo em uma #Praia na Flórida nos Estados Unidos. O animal estava em um local onde ele poderia voltar para a água sem a ajuda de ninguém, já que a maré terminava muitos metros a frente dele.

Publicidade
Publicidade

O comportamento curioso do animal que se debatia com a areia molhada erguendo a cauda acabou chamando a atenção de um banhista no local. O homem resolveu puxar o animal que deve ter uns dois metros de comprimento até a margem da praia para ver o que realmente estava acontecendo com o tubarão. Instintivamente o homem imaginou que o bicho clamava por ajuda e ele não estava errado nisso.

O animal estava com algo na boca que fez com que ele procurasse a ajuda de um humano. E o mais chocante que deixou todos perplexos é que era um anzol o objeto que o impedia de comer e nadar livremente. O anzol foi colocado por um homem e o tubarão procurou a ajuda de outro homem para sobreviver em um vídeo emocionante.

O rapaz que aparece com uma camisa laranja no vídeo chama a ajuda de um amigo com um alicate depois de arrastar o animal pela cauda até a margem durante alguns metros.

Publicidade

O homem se posiciona em cima do tubarão e ergue sua cabeça pelo nariz do bicho que parece até colaborar pelo seu salvamento. É nesse momento que o outro homem chega e consegue partir o anzol preso na lateral da boca do animal.

O mais surpreendente foi que o homem avistou o tubarão a metros de distância da praia e resolveu fazer o contrário que a maioria das pessoas fazem, que é levar o bicho de volta para a água. O rapaz teve o cuidado de perceber que não era voltar para o mar que aquele tubarão queria e sim a ajuda dele para algo que poderia ter custado a vida do pobre animal. Assista: