Com somente 700 habitantes, a aldeia de Brielen, na Bélgica, vem chamado atenção nos últimos dias, devido à atividade incomum do próprio pastor da #Igreja. O vilarejo possui a tradição de apreciar um copo de chopp após as pregações, no entanto, com o fechamento do bar próximo à igreja, muitos fiéis pararam de ir às missas ou simplesmente iam para suas casas, deixando de lado a confraternização uns com os outros.

Então o reverendo encontrou uma solução: servir o chopp dentro da própria igreja. Transformando-a em um ‘boteco’ após a missa.

Mesmo sendo uma ideia contraditória para uma igreja, a repercussão da atitude do pastor trouxe benefícios para a comunidade.

Publicidade
Publicidade

Os fiéis começaram a se unir cada vez mais, e assim, frequentar ainda mais os cultos da igreja protestante. E, devido às mudanças, o próprio reverendo tornou-se garçom de sua igreja-bar aos domingos, após a missa.

Segundo o portal UOL de Noticias, para que pudesse integrar o bar à igreja, o reverendo teve que solicitar autorização das autoridades locais, assim como a libração para a venda de bebidas alcóolicas, e com elas, deu início à venda. Com distribuição de mesas forradas e cadeiras por todo o salão da igreja, conseguiu ambientar como um bar, para que a comunidade se sentisse como se estivessem em um pub comum do vilarejo.

O pastor afirma que os fiéis se sentem confortáveis, mesmo dentro da igreja, e continuam bebendo a mesma quantidade que bebiam no bar próximo a igreja. E, independente das diferenças de um bar comum, onde não foi liberado piada, deboche, música e dança, a interação dos frequentadores ainda é assídua e melhor, afinal, sem esses aspectos, podem conversar e socializar de forma civilizada uns com os outros.

Publicidade

Já o horário de funcionamento também é diferenciado. A igreja-bar possui o funcionamento do final da missa, até às 13h, e independente das reclamações, as torneiras dos “Chopps de Jesus” são fechadas. E principalmente, para que possa frequentar o bar da igreja, é obrigatório comparecer à pregação que antecede a confraternização. #Cerveja #Fieis