Um jovem campeão de kickboxing, de apenas 14 anos, morreu após um combate. Um golpe na cabeça foi fatal para Scott Marsden, e relançou o debate sobre os perigos destes 'esportes', especialmente em praticantes tão jovens. O #Pai de Scott estava assistindo ao combate, e teria ficado chocado com a sua perda irreparável. O combate foi para o campeonato inglês, e decorreu em Leeds.

Entretanto, o conselho britânico de kickboxing já comentou a tragédia, falando que estão em nova discussão sobre "lutas de contato envolvendo crianças", acrescentando que esta fatalidade "demonstra por que este esporte precisa de regulamentação". Comentando no Facebook, Eric Anderson considerou essa morte "horrível", acrescentando: "Com 14 anos de idade não pode dirigir um carro, eles não podem fumar, beber ou até mesmo votar.

Publicidade
Publicidade

No entanto, eles podem escolher ser chutados na cabeça".

Uma testemunha do combate demonstrou o choque perante o incidente, especialmente por ser um #Atleta tão jovem, e descreveu como o pai de Scott, que era instrutor de artes marciais e o treinador do filho, assistiu a tudo. "O pai do pobre menino estava em seu canto, quando aconteceu. Ele é o seu treinador. O árbitro conseguiu segurar Scott antes de cair no chão. É tudo tão duro. O meu coração está com a família dele", revelou a testemunha, que não quis ser identificado.

Também o lutador que estava combatendo com Scott, está passando um mau bocado, lutando para lidar com o que aconteceu. "Os dois meninos não tinham nada além de respeito um pelo outro. Eu entendo que o outro garoto está de uma forma terrível agora. Foi uma coisa terrível de acontecer", revelou a mesma fonte, que estava no local.

Publicidade

A morte trágica de Scott provocou um debate sobre se essas lutas de "contato total" deveriam ou não ser permitidas, mas ainda não se sabe se o adolescente caiu porque ele foi atingido ou se ele tinha um problema médico subjacente. Só os resultados da autópsia vão poder responder para essa dúvida.

"Pare de colocar sua cabeça na areia, uma e outra vez! Ele tinha apenas 14 anos! A causa da morte ainda está para ser confirmada, mas quantos mais têm de morrer ou ter alguns problemas sérios no ringue. Esta não é a primeira vez que tal tragédia aconteceu no kickboxing", contou Anoop Hothi, jornalista de artes marciais e especialista em kickboxing, nas redes sociais. Ele acrescentou: "Cada vida é uma vida a mais. Nós vamos correr riscos, mas todos nós precisamos ser melhor regulamentados e melhor protegidos. Meus pensamentos estão com a família e os amigos de Scott".

E o leitor, o que pensa sobre este tipo de combate? Concorda ou deveriam ser proibidos alguns golpes? Deixe sua opinião. #kickboxer