Rachna Sisodia, de 24 anos, foi queimada viva, nos seu próprio #Funeral. A jovem indiana foi declarada morte pelo hospital Sharda, no estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia. A família levou o corpo, diretamente para a pira funerária, para ser cremada. No entanto, alguém teria percebido alguma coisa e arrancou o corpo da jovem das chamas, dizendo que ela ainda estava viva. Porém, nesse momento, já teria sido tarde demais.

Depois disso, a mulher não deu mais sinais de vida, mas fizeram um novo exame pós-morte, que provou que quando ela foi queimada, ela ainda não estava morta. E um erro médico teria mesmo acontecido.

Publicidade
Publicidade

Na autópsia ficou provado que Rachna tinha partículas carbonizadas em sua traqueia e pulmões, o que, de acordo com os especialistas, não seria possível, a menos que ela ainda estivesse respirando.

Mais tarde, dois médicos anunciaram que a causa da morte não foi uma infecção pulmonar, como erroneamente o hospital havia declarado, mas sim um "choque causado por ela ser queimada viva".

Rajesh Pandey, superintendente da polícia, disse à imprensa local o veredicto dos médicos. Um porta-voz da polícia acrescentou: "Isso acontece quando alguém é queimado vivo. As partículas entram com a respiração. Se uma pessoa está morta, tais partículas não podem alcançar os pulmões e a traquéia. Então, os médicos concluíram que a mulher foi queimada viva na pira".

Esse caso está levantando ainda outras questões, além do erro do hospital.

Publicidade

Em outro desenvolvimento, o tio materno da vítima, Kailash Singh, havia acusado o marido e dez outros de agressão sexual e de a terem matado, contrariando a infeção pulmonar, que foi declarada no hospital. Isso poderia explicar porque em tão poucas horas, o marido de Rachna, Devesh Chaudhary, de 23 anos, ter levado a mulher para a pira. Ela foi declarada morta depois da uma da manhã e, pelas oito horas da manhã, ela já estava sendo queimada.

A polícia está levando as acusações a sério, mas todos os suspeitos se encontram desaparecidos e já existe uma troca de acusações entre famílias. O marido reclama que a #Família de Rachna está levantando essas suspeitas, para ficar com tudo o que era da esposa. #India