A tecnologia pode trazer muitos problemas e também soluções. Como diriam nossos antepassados, a diferença entre o remédio e o veneno é a dose. Por isso, no mundo online é preciso ter muito cuidado, do contrário, uma brincadeira pode acabar em tragédia. O número de crimes que acontecem na internet só crescem e de distrações também. Nessa semana, uma jovem russa, por exemplo, decidiu interagir com os internautas de sua timeline. Tudo ia muito bem. Ela mostrava como era habilidosa com o volante e chegou a olhar algumas vezes para o visor da câmera. Em um dos momentos, a moça que não teve idade e nome identificados, chega a sorrir para a câmera.

Publicidade
Publicidade

Não sabia ela que aquela brincadeira acabaria como sendo a sua última interação online.

A transmissão da jovem russa aconteceu na quinta-feira, 23. Ela dirigia no território dada República do Tartaristão, que é considerada uma área da Rússia. Dá para ver nas fotos divulgadas pela imprensa que o local do acidente estava repleto de neve. O acidente ocorreu quando a moça estava apenas a dez quilômetros de sua residência. Ela acabou batendo com o seu veículo de passeio em um ônibus, repleto de passageiros. Em seguida, ela não resistiu e morreu. O acidente reabre a discussão sobre o limite do que pode ou não ser feito na internet. Para muita gente, a moça, certamente, sobreviveria se estivesse mais atenta ao volante.

Especialistas concordam com a tese de que a distração pode mesmo ter sido fundamental para levar a vida da jovem.

Publicidade

Por isso, em todo o mundo, o uso do celular ao voltante é proibido. O vídeo com a morte da jovem, apenas em uma das publicações feitas no Youtube, já tem mais de um milhão de visualizações. O vídeo termina com o pulo do aparelho de telefone da jovem e com uma tela preta. De acordo com a imprensa russa, felizmente, ninguém do ônibus ficou gravemente ferido. Em estradas com nove, a atenção precisa ser redobrada. Além disso, recomenda-se que os motoristas dirijam em baixa velocidade.

Veja abaixo o momento que a garota acaba sofrendo um acidente, que é capaz de matá-la:

#Crime