Em 2016, a americana Monica Mares, de 36 anos, e seu filho Caleb Peterson de 19, descobriram-se apaixonados e, contrariando todas as leis, inclusive da natureza, mantiveram um relacionamento incestuoso. Porém, eles foram a julgamento pelo ato torpe e um juri, da cidade de Clovis, Novo México, nos Estados Unidos, os condenou, agora o casal será obrigado a se separar, ficando longe um do outro sem o menor contato. No ano passado, eles agitaram a web quando anunciaram que iriam viver juntos como marido e mulher. Segundo informações da rede de televisão americana NBC News, Monica e Caleb poderiam ficar presos por até 18 meses, caso negassem as acusações, mas eles preferiram se declarar culpados e ganhar o beneficio judicial para responder o processo em liberdade.

Publicidade
Publicidade

A ordem do juiz foi divulgada na última quarta-feira, para que eles fiquem distantes e sem se falar por um ano e meio, sendo monitorados por autoridades para que não cometam um deslize. Após esse prazo, ficarão mais um ano e meio sem contato algum, mas, dessa vez, sem ninguém por perto. O juiz ainda aconselhou que mãe e filho procurem ajuda psicológica e decidiu não prendê-los por serem primários.

O caso veio à tona no ano passado, quando Monica e Caleb decidiram viver juntos dizendo que todos precisavam conhecer a "atração genética sexual" pela qual estavam passando. Contudo, um vizinho do casal descobriu o envolvimento incestuoso e os denunciou à polícia. A americana, mãe de 9 #Filhos, conta que não conhecia o rapaz, pois o deu para adoção quando era um bebê e ao se reencontraram, em 2015.

Publicidade

A mulher disse, em entrevista no ano passado, que o filho é o amor de sua vida e nada poderia separá-los, nem mesmo a cadeia. Ela relata que toda família o ama muito e nada disso foi proposital, mesmo o abraço que trocaram no reencontro foi maternal, até que ele veio morar com ela e os outros irmãos, aí surgiram os "sentimentos loucos". Monica lembra que foi a primeira a se declarar para o Caleb e ele afirmou que sentia paixão pela mãe. O juiz determinou que a americana também deve afastar-se dos outros filhos. #Relacionamento #sexo