No ano passado, um estupro coletivo que aconteceu na cidade do Rio de Janeiro repercutiu em todo o mundo. A menina abusada tinha 16 anos e, na época, chegou a dizer que pelo menos 30 homens teriam feito algum tipo de abuso contra ela. Infelizmente, notícias como essa são bastante comuns. Outra menina, quase da mesma idade da carioca - essa tem 15 anos - foi vítima de um estupro coletivo na outra parte do mapa, nos Estados Unidos. Além de ter sido estuprada por vários rapazes, a garota teve o ato bárbaro contra ela transmitido, ao vivo, via Facebook. A polícia procura os envolvidos no #Crime, que, segundo informações da imprensa internacional, seriam cinco ou seis homens.

Publicidade
Publicidade

O abuso sexual coletivo foi transmitido para pelo menos 40 pessoas pelo 'Facebook Live'. Mesmo com tanta gente diferente tendo assistido às imagens, nenhuma delas entrou em contato com os agentes da polícia. É o que informa o porta-voz da polícia de Chicago, Anthony Guglielmi. A própria mãe da garota, Stacey Elkins, alertou a polícia sobre o fato dias depois. Na delegacia, ela exibiu capturas de tela feitas no vídeo transmitido ao vivo. A mãe revela que a filha tinha saído de casa para ir à uma loja, mas que demorou a voltar. Ela não maldou a situação, mas um dia depois do ato sexual não consentido, os parentes dela entraram em contato e afirmaram que a menor de idade havia sido vítima de um vídeo perturbador.

A mãe entrou em choque e alertou a polícia, depois lançou um apelo para encontrar a filha, que mais tarde, segundo os policiais, foi encontrada.

Publicidade

Ela disse aos repórteres que não sabia se os homens tinham feito sua filha como refém ou se ela estava com medo e se escondendo. A mãe disse que, ao ver o rosto da filha no vídeo o que ficou evidente é que ela estava com medo.

O departamento de Polícia de Chicago solicitou que o vídeo do estupro fosse retirado do ar do Facebook. A plataforma já tirou o conteúdo perverso da rede social. Agora a polícia tenta descobrir quem é o dono do perfil que compartilhou, ao vivo, o conteúdo.