Uma #Mulher teria cortado o #Pênis do marido porque estava furiosa. Há mais de 10 anos que o casal não mantinha uma relação sexual sequer. Rita Yadav teria cortado o pênis de seu cônjuge na casa do casal em Khora Colony, em Ghaziabad, Uttar Pradesh, no norte da Índia, na quinta-feira (9).

Publicidade

"Ele costumava me dizer que me odiava", disse a mulher, que não trabalha. "Nós costumávamos brigar diariamente e ele me disse que odiava olhar para o meu rosto. Meu marido sempre ameaçava ter um caso com outra mulher.", afirma a esposa revoltada.

Ved, o marido, foi levado às pressas para o hospital de Jaypee. Saurabh Gupta, cirurgião plástico, agiu imediatamente na tentativa de recolocar seu pênis em uma cirurgia de cinco horas de duração.

Publicidade

O homem está atualmente fora de perigo.

A mulher afirma ainda que estava desesperada para ter filhos mas ele dizia que faria amor com outra pessoa, porque achava a esposa feia demais. "Estive lidando com a tortura há anos e não aguentava mais.", afirma Rita.

A ação drástica tomada por Yadav ocorreu quando seu marido taxista retornou depois de um turno da noite. Yadav teria batido na cabeça do marido com um amolador de facas e ele caiu inconsciente. A polícia disse que ela usou uma faca de cozinha para cortar o pênis. Acredita-se que Yadav trancou o marido ferido no banheiro antes de entregar-se na delegacia de polícia local.

O caso ainda teve mais um requinte de crueldade. O marido sangrou e só recuperou a consciência depois de 30 minutos. Foi ele mesmo que chamou um amigo, que imediatamente o levou ao hospital Jaypee.

O inspetor Jai Prakash Chaubey, na delegacia de polícia de Khora, disse: "Ela veio até nós e nos contou o que havia feito e gravamos sua declaração.

Publicidade

Ela alegou que eles tinham brigas regulares e acusou-o de ter um caso extra-conjugal."

"Seu pênis estava quase completamente desprendido da base e ele havia perdido muito sangue. O membro tinha sido cortado com uma faca afiada e o corte tinha quase quatro polegadas de profundidade.", afirmou o cirurgião.

"Nós operamos imediatamente e fomos capazes de salvar tanto a sua vida como o órgão com uma reimplantação", finaliza o médico.

A mulher foi presa em flagrante. #vingança