Essa semana uma vítima de violência doméstica decidiu tornar públicas as imagens do momento em que quase perdeu a vida devido às agressões do ex-namorado, em Birmingham Crown Court, na Inglaterra. A jovem viveu momentos de terror nas mãos do ex-companheiro, e resolveu divulgar o ocorrido para conscientizar outras mulheres sobre denunciar seus parceiros quando a situação sai do controle. As imagens são impressionantes e mostram o criminoso, identificado como Mark Power, de 37 anos, lançando a vítima pelas escadas e deferindo inúmeros chutes, murros e pontapés nela já caída. Foi ela que pediu à polícia que as filmagens fossem divulgadas. São dez minutos de espancamentos sequenciais, pelas cenas fica claro que a mulher só não perdeu a vida por sorte.

Publicidade
Publicidade

Segundo consta nos autos do processo que condenou o homem, essa não teria sido a primeira agressão, mas foi a que trouxe repercussões mais sérias à saúde da vítima. No dia em que o evento ocorreu, o homem tinha acabado de ser liberado de uma pena por ter batido na mesma vítima. Ao entrar em contato com ela novamente, ele voltou a praticar os atos terríveis de violência. Ainda segundo os investigadores, na tarde antecedente o acusado teria ingerido uma quantidade de álcool considerável, o que o tornou ainda mais violento. Em alguns momentos nas imagens ele a puxa pelos cabelos e a arrasta por um corredor, depois a segura com força e a joga contra a parede e a tranca dentro de um quarto. O show de horrores, só parou quando policiais chegaram devido a denúncias de vizinhos. Assista às cenas tristes da violência no link a seguir:

O #Crime ocorreu no dia 20 de dezembro do ano passado, os agentes policiais chegaram ao apartamento do agressor por volta das 20:30h e encontraram a porta aberta, a vítima gemendo de dor e totalmente ensanguetada.

Publicidade

O homem não estava no momento, mas foi localizado e preso. Diante de tantas acusações e das prisões precedentes, Mark ficou proibido de maneira vitalícia de conviver e até mesmo encontrar com a ex-namorada. Além disso, ele foi condenado a dez anos e seis meses de prisão pela agressão. Segundo o juizado que protocolou o caso, nunca tinha visto cenas tão terríveis, o juiz chegou a dizer que Mark tratava sua ex-companheira como uma ‘boneca de pano’, e que ela poderia ter perdido a vida. Além das sequelas psicológicas a mulher acabou ficando com o movimento das pernas prejudicado, e hoje precisa de ajuda de muletas para andar. #Investigação Criminal