Infelizmente casos envolvendo abuso de menores são cada vez mais frequentes em histórias tristes que aparecem na internet. Embora a maioria dos casos sejam cometidas contra meninas, muitos jovens acabam sendo assediados também por mulheres mais velhas. Embora não seja tão comum, estes casos quando vem a tona narram fatos mirabolantes que aconteceram com jovens e crianças que foram assediados por mulheres mais velhas.

Por mais que alguns desses casos a relação seja de forma consentida pelo jovem, o #Crime pode ser tipificado como abuso do mesmo jeito. É que jovens e crianças menores de idade não estão preparados para encarar a maturidade sexual tão cedo, e ao ter esse caminho facilitado por uma pessoa mais velha, esse jovens acabam sendo prejudicados, como os três jovens que foram assediados por uma mãe nos EUA.

Publicidade
Publicidade

A mulher manteve relações com três adolescentes bem novinhos e acabou sendo flagrada pelos pais dos jovens. As vítimas eram alunos jogadores de futebol no colégio Mount Shasta High School e teve contato com os garotos após o fotógrafo do time apresentar a loira para os jovens. Foi esse homem que fez a ponte entre a mulher e os jovens abusados por ela.

Mary Fletcher tem 42 anos de idade e trabalhava como auxiliar de dentista antes de tudo acontecer. Após o crime ser noticiado em todas as partes, Mary ficou conhecida em todo o mundo, e sua história acabou viralizando por todos os cantos.

Claro que, a repercussão do caso acabou colocando a mulher atrás das grades. Mary foi presa nesta ter-feira (28), logo após seu caso viralizar nos EUA. A mulher foi acusada de estupro de vulnerável e os encontros aconteceram durante várias semanas, período em que a mulher manteve relação sexual com os três jovens.

Publicidade

Como a mulher não foi pega no flagrante, o que evidenciou o caso e foi usado como prova são as mensagens trocadas entre a coroa e os adolescentes de alto teor sexual que elucidam o caso. Até uma das vítimas a mulher tentou silenciar, segundo a polícia, Mary tentou de tudo para não ir presa.

A auxiliar de dentista americana foi presa e pagou uma fiança de mais de 30 mil reais para ficar solta. Mesmo assim, Mary terá que comparecer a um julgamento no dia 22 de março, que poderá colocar a mulher atrás das grades.

#Investigação Criminal