Nessa semana, o portal de notícias R7 divulgou uma notícia que emocionou muita gente. Ela conta a história de uma mulher, Brianne Smith, que ao andar pelas ruas de Detroit, nos Estados Unidos, acabou avistando um cachorro completamente ensanguentado. O animal, da raça Pit Bull, no geral, acaba colocando medo em algumas pessoas, mesmo que não existam muitos motivos para isso. Brianne ficou pensativa, mas decidiu ajudar o cão. Ela não viu preconceito por conta da raça do pet e concluiu que o animal estava sendo vítima de abuso de um ser humano, provavelmente seu tutor.

A boca do animal sangrava muito e seu medo era que o cão morresse de tanto apanhar.

Publicidade
Publicidade

Ela viu então o que seria o tutor do Pit bull o espancando. Foi aí que ela saiu em defesa do animal. “Para ser honesta, eu não consegui ter controle sobre minhas emoções quando eu vi aquele homem chutando o cachorro", disse ela. A jovem ainda disse que o animal espancado ainda foi jogado contra a porta de um veículo de passeio. Como o fato de confrontar o homem não deu tão certo, ela pegou o celular que estava em sua mão e ligou para a polícia. Com medo, o agressor decidiu ir embora, mas levou consigo o pobre cão maltratado.

No entanto, aquela mulher não desistiu da história. Horas mais tarde, ela decidiu ajudar o cão e ver se ele poderia estar no mesmo local que antes. Foi aí que Briane encontrou o Pit bull novamente. A heroína viu o pet e decidiu dar-lhe uma refeição. Em seguida, ela enrolou o cão machucado em uma coberta, ligando para as autoridades que trabalham no resgate de animais.

Publicidade

O Pit bull foi levado ao veterinário e ganhou um nome, Diesel. Os profissionais descobriram que Diesel foi muito espancado e, por isso, estava com ossos quebrados. Além disso, eles descobriram que o animal levou pelo menos um tiro. Esse foi dado recentemente, já que o projétil foi encontrado na parte da boca do animal, preso ao focinho. A partir daí, todos se uniram e começaram um movimento de doações para ajudar Diesel. O dinheiro para uma cirurgia foi adquirido e hoje o animal está muito bem. #Crime