Uma creche, no Condado de Delaware, EUA, havia terminado de colocar câmeras de vigilância, quando já estavam assistindo bem pior do que poderiam esperar. De acordo com a mídia americana, o pessoal da instalação tinha acabado seu trabalho há 45 minutos, quando outros trabalhadores da creche estavam olhando e viram Sarah Gable, de 52 anos, empurrando uma menina das escadas. O episódio aconteceu na última sexta-feira, dia 3 de março, e a mulher já foi, entretanto demitida e chamada a tribunal, onde vai ser acusada por ataque e ter colocado o bem-estar da criança em risco.

A menina se recuperou bem, sem ferimentos mais graves, mas as imagens são bem chocantes.

Publicidade
Publicidade

A mulher está no topo da escada quando a menininha passa por ela e ela a empurra, fazendo com que a criança role alguns lances de escadas. Felizmente, não houve perigo para a criança, mas é certo que o caso poderia ter sido mais grave ainda.

No final, Gable é vista olhando para as câmeras. Possivelmente, só aí ela se recordou que sua ação poderia ter ficado registrada E ela fica bem séria olhando as câmeras, tentando perceber se elas já estariam funcionando. Em seguida, ela ajudou a criança - e fez tudo com muito cuidado. Levantou a menina do chão e ajudou-a com os restantes lances das escadas.

Os outros funcionários da creche ficaram horrorizados com o que assistiram e comunicaram imediatamente o incidente à polícia. "Quando os pais dão os seus filhos para creches, a expectativa é que os seus filhos vão ser bem cuidados", disse o superintendente da polícia Michael Chitwood, em declarações citadas pelo jornal Mirror.

Publicidade

Alegadamente, Gable já foi demitida da creche, mas a mulher não tem estado disponível para comentar o assunto, apesar de muito abordada pela imprensa norte-americana.

Quem já teve que se pronunciar foi a administradora da creche, Shawayne Tavares, até de alguma forma para acalmar os outros pais, uma vez que o caso está sendo muito comentado no país, no início desta semana. "Eu estava tão chateada. Isto me machucou tanto. Nós não tratamos as #crianças assim aqui", disse Shawayne, arrasada com o sucedido.

A cuidadora Gable está sendo acusada por ataque simples, assédio, e por ter colocado em risco o bem-estar da criança. Ela se encontra eme liberdade, depois do pagamento de uma fiança de 77 mil reais.

Assista ao vídeo:

#AMA #Vídeo