Você pode não acreditar no diabo, mas o #Papa Francisco, 80 anos, líder da igreja Católica, jura que ele existe, e ainda aconselha padres a recorrerem ao ritual de exorcismo.

Em palestra no seminário voltado à formação de novos sacerdotes, no Vaticano, Francisco sugere aos presentes, que a prática de expulsar o maligno do corpo dos fiéis seja efetuada quando eles identificarem “confissões perturbadoras”, segundo informações do grupo midiático RT.

Contudo, ressalta aos clérigos a necessidade de saberem diferenciar “desordens espirituais reais” de doenças mentais, quando estiverem frente a frente com uma pessoa no confessionário.

Publicidade
Publicidade

Ainda salienta que eles não devem hesitar em encaminhar os “atormentados pelo tinhoso” a um exorcista, sempre que notarem a “presença de autêntica inquietação espiritual”, nos adeptos da religião.

Porém, numa nítida demonstração de prudência, o argentino acentua que antes de procurar o Rituale Romanum, os sacerdotes devem contar com ajuda das “ciências humanas”, para eliminar evidências de transtornos mentais nos indivíduos supostamente possuídos.

“Deve ser escolhido com muito cuidado e prudência”, disse.

Apesar de não haver provas concretas relativas à manifestação espiritual, repetidamente o pontífice menciona a necessidade de lutar contra o “diabo”.

Embora o termo diabo pode ser usado de forma a representar as mazelas do mundo, como guerras, fome, preconceitos e epidemias – daí a importância de lutar contra ele –, o líder da igreja Católica parece acreditar em uma presença demoníaca real, pois ele também demonstrou apoio incondicional à Associação Internacional de Exorcistas, reconhecida oficialmente pelo Vaticano em 2014.

Publicidade

Mesmo que seja impossível validar a hipotética influência das legiões de espíritos infernais no comportamento humano, casos reais de exorcismo, como o da garota Anneliese Michel, que originou o filme O Exorcismo de Emily Rose, indicam a possibilidade de “algo mais” estar à espreita, aguardando a hora certa para atacar.

Abaixo, veja o vídeo contando a história completa do polêmico exorcismo que resultou na morte da jovem Anneliese. Na sequência, assista ao áudio original do ritual - ele é sinistro e não recomendamos às pessoas sensíveis.

ÁUDIO ORIGINAL

#Mídia #Curiosidades