Um #Paramédico americano está sendo considerado um #Herói depois que ele pulou em um lago gelado para salvar a vida de um bebê, arriscando sua própria vida sem hesitação. Todd Zobrist, de Illinois, nos Estados Unidos da América, avistou os faróis de um carro submerso em um lago, na semana passada e, instintivamente, pensou que deveria haver alguém dentro. Depois de perceber que não tinha tempo para esperar que os serviços de emergência chegassem, ele tirou a camisa, as meias e as botas e pulou para a água abaixo do gelo, nadando até o carro, onde encontrou um bebê.

Chegando ao carro, Zobrist olhou dentro do veículo e viu algo no banco traseiro que ele, inicialmente, pensava ser uma boneca, mas acabou por perceber que era mesmo um menino de três meses de idade.

Publicidade
Publicidade

Após resgatar o bebê de dentro do carro, ele continuou com seu ato heroico, realizando manobras de reanimação na criança sobre o telhado do veículo, até que o menino tossiu água. Já com o bebê reagindo, ele nadou finalmente de volta para a costa, com apenas um braço, enquanto carregava o neném no outro braço.

"Quando cheguei a meio do caminho, eu só pensava: 'Esta é uma decisão terrível e eu realmente preciso dar meia-volta e voltar para a doca porque vou me meter em um monte de problemas', mas nesse ponto, eu estava comprometido, já estava molhado, já estava frio", revelou Zobrist, em uma coletiva de imprensa, na sexta-feira.

Sobre o herói

Zobrist trabalha como paramédico no departamento de bombeiros de Highland, no Illinois, e é pai de dois filhos. Ele admitiu que não sabe "quanto tempo mais, o bebêzinho iria resistir", dentro daquele carro.

Publicidade

O homem também foi assistido no hospital, para ser tratado por hipotermia, mas insistiu que não era um herói, dizendo: "Estava no lugar certo, na hora certa".

De acordo com o jornal Mirror, o corpo da mãe do menino foi encontrado, horas mais tarde, no lago. Ela teria morrido por "afogamento". Mais cedo, durante a manhã, o pai do bebê, e ex-marido da mulher, apesar de ainda estarem vivendo juntos, havia sido encontrado morto na casa da família, com um tiro na cabeça.

A casa tinha sido incendiada e os outros seis filhos do casal conseguiram escapar, correndo para pedir ajuda, em um abrigo perto.

Uma arma foi encontrada no veículo de sua ex-esposa, no lago. As sete crianças se encontram bem e estão se recuperando do choque, de terem perdido os pais, com poucas horas de diferença. A polícia está investigando o caso. #Bebês