Um atentado em Londres aconteceu na tarde desta quarta-feira (22). Numa das ocorrências, pessoas foram atropeladas na ponte de Westminster, que fica perto do parlamento. A polícia já considera a possibilidade de #Ataque Terrorista.

Segundo últimas informações, pelo menos quatro pessoas morreram e várias outras ficaram feridas gravemente em um suposto ataque terrorista, em dois pontos na cidade de Londres.

Um dos ataques, na ponte de Westminster, que fica perto do Parlamento Britânico, deixou, segundo testemunhas, cerca de 12 feridos, dois em estado grave, "sangrando muito", conforme o relato de um fotógrafo da agência Reuters.

Publicidade
Publicidade

No momento do incidente em Londres, pessoas relataram ter ouvido tiros. Momentos depois a polícia recomendou aos cidadãos que evitassem sair de seus escritórios.

No outro ponto do ataque contra Londres, nas imediações do Parlamento, um homem com uma 'arma branca', uma faca de 12 a 15 centímetros, atacou um oficial de polícia e foi morto por agentes que estavam próximos. O incidente foi por volta de 14h40 desta quarta (11h40 no horário de Brasília).

O agressor foi morto a tiros pelas forças de segurança, e não se tem ainda notícias do estado de saúde do policial ferido, segundo informou David Lidington, presidente da Câmara dos Comuns.

As autoridades informaram também que o veículo suspeito de ser usado no ataque aos pedestres na ponte, foi localizado próximo ao Parlamento.

Um membro da equipe médica do Hospital Saint Thomas, informou que o estado de saúde de algumas vítimas é “extremamente grave” e que uma mulher morreu em decorrência de ferimentos sofridos.

Publicidade

Segundo o jornal The Guardian, dois supostos terroristas foram presos na ponte de Westminster.

As agências Reuters e a BBC ainda noticiam que há ainda um terceiro suspeito sendo procurado pela polícia londrina.

Últimas informações do ataque a Londres nesta quarta-feira

Segundo últimas informações do G1, o ataque ao Parlamento britânico e aos pedestres na ponte em Londres, deixou um saldo de 4 mortos, sendo um ainda desconhecido, uma mulher, um policial, morto no ataque pelo suspeito, e o proprio suspeito da agressão. Mark Rowley, chefe de contra-terrorismo da Scotland Yard, disse à imprensa que o ataque deixou ainda pelo menos 20 pessoas feridas #terror em Londres