Mikhail Popkov assassinou 82 mulheres enquanto levava uma vida aparentemente como qualquer cidadão de bem, acima de qualquer suspeita. O ex-policial, hoje com 53 anos, disse que queria livrar a cidade de Angarsk, onde vivia, das "prostitutas" e "mulheres imorais".

Popkov foi condenado em 2012 à prisão perpétua por 22 crimes e no dia 27 de março deste ano foi finalmente acusado formalmente pelos assassinatos de mais 60 mulheres, os quais admitiu apenas recentemente, em janeiro, confessando ainda que estuprou a maioria de suas vítimas. O serial killer foi apelidado de "Lobisomem" pela imprensa e o impressionante número de mortes o coloca como o terceiro pior do mundo - atrás apenas de Luis Alfredo Garavito e Pedro Alonso López, ambos colombianos.

Publicidade
Publicidade

Dizendo que agiu segundo suas convicções, Popkov reiterou que era um policial eficiente, visto de forma positiva por seus superiores, considerado bom marido e bom pai por sua esposa e sua filha. A mulher, que também era policial, forneceu álibis para o assassino, que agia sempre à noite. Ele oferecia carona em sua viatura e levava suas vítimas a locais remotos, onde as estuprava e as matava usando machado, faca ou chave de fenda.

Popkov tirou a primeira vida em 1992, quando matou uma jovem de 17 anos e outra mulher de 38, atuando até 2010. Ao narrar os assassinatos para a polícia, recordou-se de ter decapitado uma vítima e de ter arrancado o coração de outra para tentar esculpi-lo. Ele apenas foi descoberto depois que os detetives coletaram e examinaram o DNA de 3.500 policiais e ex-policiais.

Publicidade

Em declaração, afirmou que um dos gatilhos que o levaram a matar foi a desconfiança de que sua esposa o traía, culminando em ódio e desejo de vingança contra todas as mulheres após encontrar camisinhas usadas no lixo de sua casa.

Inicialmente, Popkov foi apoiado por sua esposa e por sua filha quando ainda não havia confessado os crimes hediondos. Após a condenação, no entanto, Elena, hoje com 51 anos, e Ekaterina, com 29, deixaram o país em busca de recomeçar suas vidas. #assassinato #serial killer