É muito comum alunos ficarem apaixonados por seus professores ou professoras. Isso pode ser explicado, pois, na fase da adolescência, os jovens estão cheios de hormônios. No entanto, alguns professores esquecem de ser profissionais e também se apaixonam pelos seus estudantes, partindo para o ataque.

Publicidade

Nos #Estados Unidos, por exemplo, sempre que um adulto transa com um menor de 18 anos, ele pode ser acusado de estupro. Foi o que aconteceu com uma professora de ensino médio de 39 anos.

Publicidade

Identificada como Allison Marchese, a docente é muito bonita, uma verdadeira 'gata'. Com corpo escultural, ela decidiu tentar conquistar alguns alunos com o envio de nudes. Com um deles, ela conseguiu jogar o seu charme. Ela 'fez mal' a um adolescente de 17 anos.

Segundo informações da imprensa internacional, com o rapaz de 17 anos, a professora realizou sexo oral. No entanto, Allison Marchese não estava satisfeita. Ela foi além e tentou assediar outro aluno, ainda mais novo. Esse garoto tinha apenas 14 anos. De acordo com Allison, trabalhar com o menino de 14 anos era muito complicado, pois ele era um adolescente muito bonito.

Após tudo isso ser descoberto, a professora levou uma dura da polícia e acabou sendo presa. A história dela ainda surpreenderia muita gente. Isso porque, a professora que assediava alunos tem dois filhos, ambos rapazes.

A família da professora fez questão de ir ao tribunal e contar como ela acabou com a vida de todos. Quem também esteve no dia da sentença foram as mães dos meninos abusados. Uma delas chegou a chamar Marchese de uma verdadeira predadora sexual. Um outro pai dos menores disse que seu filho estava completamente abalado e que os danos causados a eles eram imensuráveis..

Publicidade

Ele ainda solicitou que a professora fosse condenada duramente, evitando assim que outras pessoas, como seu filho, pudessem ser novamente abusadas por Marchese.

Quem decretou o destino da professora foi uma juíza, identificada pela mídia como Melanie Cradle. Na sentença, Melanie lembrou que a professora estava em uma posição de confiança com os meninos e que deveria ajudá-los a construir seus processos de pensamento e valores, ao invés de tentar fazer sexo com eles. Um dos garotos, durante o tribunal, teria dado detalhes chocantes sobre o caso. A professora o levou até à sala de aula, onde o tocou.

Marchese, segundo o tabloide 'Mirror', foi condenada a três anos de detenção. #Crime