Um #Acidente incrível, deixou uma família devastada. Um homem estava dirigindo seu carro, quando não percebeu que a sua filhinha estava por detrás das rodas. Quando Azizi Ramli, inverteu sua marcha, ele apanhou sua menina, sem que pudesse se aperceber. A menina, Nur Aireena Ilhani Azizi, tinha somente dois anos, quando perdeu, assim, sua vida de uma maneira tão trágica, no estado de Pahang, na Malásia.

O #Pai da menina está arrasado, por ter perdido a única menina que tinha, e que era a mais nova de seus quatro filhos. A criança estaria de pé, mas mesmo assim o pai não conseguiu vê-la, quando estava virando sua direção, surpreendendo a criança.

Publicidade
Publicidade

Esse tipo de acidentes são mais frequentes com criancinhas assim pequenas, uma vez que não é possível vê-las, por muita atenção que se faça.

Azizi esteva fazendo entregas de mercearia, quando estava regressando a casa. Possivelmente, a menina teria percebido a chegada do seu pai e foi no seu encontro. Porém, o pai não conseguiu vê-la e apenas notou quando passou com as rodas sobre ela. O homem revelou estar vivendo um verdadeiro pesadelo, depois de ter matado, acidentalmente, a sua pequena #Filha. "Lamento o incidente e estou perdido, sem palavras. Minha única filha já não está por perto", disse o homem, em declarações que estão sendo citadas pelo jornal The Sun.

Ramli disse estar muito traumatizado para conseguir falar mais alguma coisa, sobre esse tema. Seu filho mais velho, Muhammad Aiman ​​Azizi, de 18 anos, disse que só percebeu o que aconteceu quando sua mãe, Noraini Mohamad, de 41 anos, começou a gritar o nome de sua irmã: "Eu estava sentado no balcão da nossa mercearia, ao lado de nossa casa, e não percebi que a minha irmã tinha saído.

Publicidade

Eu então a vi deitada em uma poça de sangue, atrás do carro do meu pai", revelou o jovem, igualmente chocado com essa tragédia.

O jovem contou que o pai ainda levou a menina no hospital, mas já não havia nada mais para fazer e, horas mais tarde, Ramli ligou para a família, contando que a menina havia falecido.

A polícia teve que investigar o caso, mas não deveria se prolongar muito mais nas investigações. O chefe da polícia distrital, Mazlan Hassan, confirmou o trágico incidente, mas tudo indica que se tratou mesmo de um acidente, e ninguém deverá ser responsabilizado por essa tragédia, a qual apenas se poderia lamentar.