Três adolescentes que invadiram uma casa em plena luz do dia foram mortas a tiros por um homem de 23 anos residente na moradia. As suspeitas, vestidas de preto e usando máscaras e luvas, tentaram forçar a entrada em na residência em Broken Arrow, Oklahoma, nos Estados Unidos, antes que o filho do proprietário as confrontasse com um fuzil AR-15.

As supostas assaltantes tinham 16, 17 e 18 anos e morreram abatidas pelo dono da casa. Uma delas estava armada com uma faca e existe ainda uma quarta suspeita, Elizabeth Marie Rodriguez, de 21 anos, que se acredita ter ficado no carro, esperando para fugir com as colegas.

A polícia foi chamada e já iniciou uma investigação.

Publicidade
Publicidade

Até o momento, os policiais trabalham com a hipótese de o homem de 23 anos ter agido em legítima defesa. Ele estava em casa com seu pai quando foi acordado com ruídos, pouco depois do meio-dia de segunda-feira (27). As três adolescentes teriam forçado a entrada de casa, quebrando uma porta de vidro na parte de trás.

O rapaz pegou na arma e ainda teria trocado palavras com as suspeitas antes de abrir fogo, de acordo com o xerife do condado de Wagoner, Nick Mahoney. Duas adolescentes morreram na cozinha, enquanto uma terceira correu para a calçada antes de cair e morrer devido à gravidade dos ferimentos, disse o xerife.

Em declarações à emissora de TV CNN, Mahoney disse que tudo aponta para ser um caso de defesa pessoal, e que o jovem teria disparado para se defender a si, a seu pai e a sua propriedade.

Publicidade

Até ao momento, o jovem ainda não foi acusado e tem cooperado com as autoridades. Tanto ele quanto seu pai não ficaram feridos e parece não haver qualquer ligação entre eles e as garotas acusadas de tentativa de #assalto. A suposta motorista de fuga, Elizabeth Marie Rodriguez, se entregou após o tiroteio. Ela foi presa e está sendo acusada por homicídio e roubo de primeiro grau.

A jovem poderá responder pelo homicídio das três adolescentes, uma vez que, pelas leis de Oklahoma, os suspeitos de cometerem um crime que resulta em morte podem enfrentar acusações de assassinato, mesmo se eles não matarem ninguém.

O incidente aconteceu em uma sequência de vários assaltos no mesmo bairro e alguns vizinhos já haviam notado "pessoas dirigindo lento pelo bairro", que poderiam estar observando as casas. Porém, as autoridades disseram que era ainda muito cedo para determinar se as três adolescentes eram responsáveis ​​por outros assaltos. #adolescente #Justiça