O famoso site Wikileaks, especialista em divulgar para o mundo documentos importantes e reveladores, acaba de divulgar quase nove mil documentos secretos sobre a #Espionagem praticada pela #CIA, agência de inteligência americana, entre os anos de 2013 e 2016.

Batizado de Vault7, o vazamento revela exatamente 8.761 documentos da CIA, e o próprio site #WikiLeaks avisa que eles fazem parte apenas da primeira leva de vazamentos, esta chamada de Year Zero.

Outros sete vazamentos de documentos da CIA estão por vir

O site promete fazer mais sete grandes vazamentos da CIA, o que está deixando as autoridades americanas preocupadas porque está sendo coordenada pelo fundador do site, Julian Assange, foragido da Justiça americana que está morando na embaixada do Equador em Londres desde 2012.

Publicidade
Publicidade

Um ex-agente da CIA foi ouvido pelo jornal americano 'The New York Times', e apesar de não ter conseguido analisar os quase nove mil documentos vazados, diz que a chance deles serem legítimos "é bem provável".

Como a CIA espiona

Dentre os milhares de documentos vazados pelo Wikileaks, alguns chamam a atenção pela forma como a CIA atua com sua técnica de espionagem e sua capacidade de penetrar em sistemas digitais dos mais diversos tipos. Além do quartel-general dos Estados Unidos, a CIA usaria sua sede de Frankfurt, na Alemanha, para 'atacar' em toda a Europa, Oriente Médio e até na África.

E como muita gente já desconfia, além de poder invadir e interceptar ligações telefônicas através dos sistemas de telefonia, a CIA tem tecnologia para invadir computadores através de vírus, cavalos de troia e até softwares.

Publicidade

E quem usa celular pode se preparar para o pior, porque os documentos revelam que a CIA pode invadir sistemas operecionais como Android, Windows e até o iOS, sistema da Apple que é propagado por muitos como 'à prova de vírus'.

Redes sociais e até Smart TVs são invadidas

E para o assunto ficar ainda mais estarrecedor, documentos provam que a CIA invade conversas nas redes sociais como Telegram e o WhatsApp - muito usado no Brasil. E se você tem uma Smart TV Samsung, atenção: elas podem ser usadas como instrumentos de escuta pela CIA, até mesmo quando estão desligadas.

Se esta é só a primeira leva de documentos que o Wikileaks pretende revelar sobre a CIA, imagine o que deve vir pela frente.