O período em que o nazismo alemão de Adolf Hitler dominou grande parte do mundo foi responsável por trazer dores, lágrimas, sofrimentos e muitas, mas muitas mortes a inúmeras nações e povos, o que não foi nem um pouco diferente com um pequenino país dos Bálcãs, cujo nome é #Grécia. Tanto é assim, que às 8h da manhã do dia 9 de abril de 1941, os habitantes de Thessaloniki, 2ª cidade e capital da Grécia do Norte, ficaram congelados quando se confrontaram com a invasão das tropas nazistas alemãs, as quais se utilizavam de tanques, aviões e muitos soldados nas terras que outrora fizeram parte do império glorioso do rei Alexandre, o Grande.

Na realidade, Thessaloniki foi a primeira grande cidade grega a ser ocupada pelos nazistas; sendo que, os únicos apoiadores germânicos foram, na sua maioria, crianças que se deixaram fotografar "espontaneamente", como que para embelezar a imagem do atacante para fins de propaganda, ou seja, já naquela época existia o controverso marketing de #Guerra.

Publicidade
Publicidade

A maioria dos cidadãos alemães que moravam na ocasião em Thessaloniki, não compareceu para assistir o desfile de força militar de seus patrícios, resolvendo permanecer em segurança nas suas casas. O então prefeito da cidade grega, Kostas Mercurius, proclamou insistentemente que os gregos daquela parte do país retornassem normalmente as suas atividades cotidianas e demonstrassem confiança no exército nazista assassino da #Alemanha.

Entretanto, o político não teve muito êxito em convencer os habitantes de Thessaloniki, que não estavam nem um pouco dispostos a arriscar suas vidas e perder suas fortunas naquela cidade abastada. A demonstração de força dos alemães foi um pesadelo. De acordo com o testemunho do poeta e jornalista George Vafopoulou "a atenção estava em torno dos céus da cidade, motores sacudiram as janelas das casas, os enxames de vôos repetidos dos aviões sobre os telhados, como que formando terrível rede de ferro, suásticas e rugidos de monstro do Apocalipse".

Publicidade

A rendição de Thessaloniki e a transformação da cidade como que em um imenso campo de concentração fizeram com que a sede do poder nazista alemão fosse estabelecida no hotel "Ritz", na conhecida Praça da Liberdade.

Enfim, não é de hoje que a Grécia e o seu valoroso povo tiveram que defender com as suas próprias vidas o direito à liberdade, deles, de suas famílias e amigos. Parece que a história escolheu esse bravo povo inclusive para representar o que existe de mais digno e nobre no que concerne a se usufruir de modo satisfatório o bem mais precioso de qualquer pessoa, que é a vida.