A agência de notícias Associated Press noticiou, nesta sexta-feira (21), que o atentado de que foi vítima o time de futebol do Borussia Dortmund antes do jogo da Liga dos Campeões contra o time do Mônaco, foi provocado pela ganância do seu autor. Segundo a investigação, um homem de 28 anos colocou as três bombas na esperança que as ações do Borussia caíssem na Bolsa de Valores.

Devido à lei de direito à privacidade da Alemanha, o suspeito foi identificado apenas como Sergej W. e é um homem de 28 anos com nacionalidades alemã e russa. O homem foi detido pela polícia especial alemã na cidade de Tuebigan. Os investigadores federais acreditam que foi ele o responsável pelo ataque que foi realizado contra o ônibus do Borussia Dortmund.

Publicidade
Publicidade

Segundo as linhas seguidas pela investigação, Sergej W, terá pedido um empréstimo de mais de 10 mil euros (R$ 33,7 mil) e apostado o dinheiro na queda das ações do clube alemão na Bolsa de Valores. Depois colocou as bombas, na esperança que o atentado provocasse a queda dos títulos e assim conseguir ganhar vários milhões de euros.

Frauke Koehler, porta-voz dos procuradores responsáveis pela investigação, disse que a compra das ações teria sido feita no mesmo dia do ataque, ou seja, no dia 11 de abril.

Porém, depois do ataque, as ações tiveram uma queda pouco significativa. Para que as ações tivessem descido ao nível pretendido pelo suspeito, muito provavelmente, teria sido necessário que um jogador tivesse ficado seriamente ferido ou tivesse mesmo morrido como resultado do ataque.

No entanto, é possível que Sergej W tenha conseguido algum lucro com o atentado, o que ainda está sendo calculado pelos investigadores.

Publicidade

O Ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maiziera, também reagiu à detenção do suspeito. Ele criticou que alguém tenha tentado enriquecer à custa de vidas humanas e criticou também o fato de Sergej W. ter tentado se fazer passar por um terrorista islâmico.

Os investigadores estão ainda tentando descobrir se o suspeito atuou sozinho ou se teve a ajuda de algum cúmplice. Até agora, todos os sinais indicam que Sergej W cometeu o crime sem qualquer ajuda de outras pessoas.

Os procuradores revelaram ainda que conseguiram chegar até ao suspeito devido a alguns erros cometidos por ele. Sergej W. ficou hospedado no mesmo hotel que o time do Borussia Dortmund e usou a rede de internet do local para fazer a compra das ações. São esperados novas informações sobre o caso nos próximos dias. #BorussiaDortmund #Futebol #Terrorismo