Esta semana um esquema de trapaça feito pelo lutador de UFC Tae Hyun Bang acabou virando caso de polícia e chocou os bastidores do esporte. O atleta sul-coreano teria vendido um de seus combates pelo valor de US$ 90 mil, mas o que menos esperava aconteceu: ele acabou ganhando a luta.

O combate em questão era contra o americano Leo Kuntz e aconteceu no UFC Fight Night 79, em Seul, na Coreia do Sul, no final de 2015. Ao que parece, ele teria vendido a sua derrota para homens da máfia, que realizaram um jogo de apostas em torno do esquema tramado pelo atleta. A ideia era que Tae perdesse a luta e levasse a grana combinada, enquanto isso várias apostas seriam estimuladas no mercado negro, a favor do americano, e todos os envolvidos no esquema sairiam com lucros bastante altos.

Publicidade
Publicidade

O maior valor apostado era de US$ 1,7 milhão. Todo mundo ganharia, caso o sul-coreano perdesse. No entanto, apesar de não ter se esforçado tanto durante o combate, Tae acabou vencendo a luta por pontos, segundo os juízes.

Para quem pôde assistir ao momento, as imagens são condizentes com o que ficou combinado. Depois que o caso veio à tona, algumas pessoas chegaram a dizer que o lutador não se esforçou realmente para perder, e que lutou como sempre fez em vários outros momentos de sua carreira. Para outros, no entanto, realmente ele teria ‘desistido’ do combate no meio, dando grandes chances ao americano de ganhar.

Mas, não foi o que aconteceu. Apesar de todo o complô firmado, os juízes decidiram pela sua vitória. O que se pôde ver nas telas foi o sul-coreano extremamente surpreso com o fato de ter ganhado.

Publicidade

Alguns disseram que ele parecia quase desiludido com a vitória. O que ninguém sabia era do acordo realizado, que foi por água abaixo no momento em que ele conseguiu ganhar. Inclusive o próprio Tae acabou perdendo dinheiro, pois segundo disse em depoimento à polícia, ele mesmo teria apostado metade do valor que recebeu na vitória do americano.

O caso só foi parar nas mãos dos investigadores porque, desde que venceu, o lutador tem recebido ameaças dos mafiosos que se envolveram no esquema. Ao que parece Tae ficou com uma dívida estrondosa, depois da furada nas apostas, e vem sendo perseguido. De acordo com o lutador, ele está recebendo ameaças de morte constantes, e foi por isso que decidiu revelar o esquema vergonhoso. Provavelmente, o fato não passará em branco para os organizadores do evento do UFC e o lutador pode ser tirado dos ringues, por ter sido desonesto com o outro atleta.

#Crime #Investigação Criminal