Uma fatalidade levou a óbito de forma trágica duas garotas mexicanas no último sábado (25). Elas estavam em uma pista de pouso no município de Chínipas, no estado de Chihuahua, localizado na Região Norte do México

As adolescentes de 18 e 17 anos faziam selfies distraidamente e acabaram não percebendo a vinda de uma aeronave.

A asa do avião de pequeno porte pegou em cheio as cabeças de Nitzia Mendoza Corral (na foto à esquerda) e de Clarissa Morquecho Miranda.

O impacto foi tão forte que elas morreram na hora, decapitadas. As amigas tinham ido até o local para assistir a uma corrida de cavalos e resolveram ir até a pista ao lado do local onde os equinos competem.

Publicidade
Publicidade

O objetivo delas era registrar uma foto juntas. O que elas não sabiam é que a pista é usada por aviões de pequeno porte para pouso com certa frequência.

Na cabeceira da pista, concentradas nos próprios celulares e talvez por conta do barulho que fazia no evento, elas não viram e nem ouviram o momento em que o avião estava pousando.

Testemunhas dizem que chegaram a alertá-las do perigo e a pedir que elas saísse na hora do local. Mas elas não deram muito ouvidos e alegaram que sairiam em alguns segundos, logo após registrarem as selfies.

A garota de 17 anos ainda estudava no Ensino Médio. A mais velha já estava no 1º ano do curso de Direito.

Não foi informado se o local contava com sinalização sobre os riscos de pedestres acessarem a pista.

Uma investigação está em curso para apurar as eventuais responsabilidades ou se foi apenas uma fatalidade gerada pela imprudência juvenil.

Publicidade

As garotas podem ter sido induzidas a pensar que não havia perigo pois estava junto a uma van, que também estava na pista. Até o momento a identidade do piloto não foi informada. Tão pouco foi revelado se ele já deu depoimento com a sua versão do caso.

Os investigadores quem entender por que o avião passou tão próximo do veículo onde as meninas estavam se fotografando. Inclusive, as condições do tempo no momento serão levadas em conta, visto que eventuais rajadas de vento poderiam ter tirado a aeronave do curso desejado pelo piloto.

#Acidente