Um #Crime horripilante onde uma criança era agredida por sua avó veio à tona nos Estados Unidos em Oklahoma. Uma mulher de 51 anos foi condenada à prisão perpétua após agredir uma criança fisicamente e psicologicamente, onde sua neta de sete anos sofria agressões frequentes de sua avó, Geneva Robinson. A mulher vestia-se de bruxa e aterrorizava a menina, que chegou a ser flagrada apanhando de sua avó em um vídeo utilizado pela polícia americana para incriminar Geneva. A mulher dava tapas, chutes e socos na menina que não conseguia se defender, para assustar sua neta, Geneva criou uma bruxa chamada ‘Nelda’, de quem sua neta temia muito só de ouvir o nome.

Publicidade
Publicidade

Em uma das torturas da bruxa, Geneva chegou a cortar o cabelo de sua neta enquanto ela dormia, além de bater na menina com chicotes, torturando a pobre criança de apenas sete anos de idade. Ea mulher não agia sozinha, pois seu namorado, Joshua Grander, de 33 anos, também participava das agressões feitas contra a menina, onde o homem também criou um ser fantasmagórico para assombrar a criança, chamado ‘Coogro’.ALém de Geneva ser condenada à prisão perpétua, seu namorado acabou sendo indiciado também, só que ele vai pegar trinta anos de prisão.

Além da menina, os irmãos dela moravam com a avó que também assustava as outras crianças com suas fantasia de bruxa. Segundo os promotores que acompanham o caso, até uma coleira era utilizada nas torturas contra a criança, que ficava pendurada no teto da garagem da casa de sua avó pelos braços para ser chicoteada pela mulher, que parecia sentir prazer em castigar sua neta.

Publicidade

Além disso, a jovem foi proibida de frequentar a escola junto com seus três irmãos pequenos que também moravam com ela.

Até dormir com os cães a menina foi obrigada por algumas vezes por sua avó como forma de castigo. Segundo a juíza que sentenciou Geneva à prisão perpétua,Michele McElwee, o que a avó fez com seus netos vão ficar para sempre marcado na vida deles, por isso a mulher merecia passar todo o resto de sua vida na prisão.

Para atestar sua decisão sobre o caso, a juíza utilizou uma foto antes da garota começar a sofrer os abusos e outra depois de começar a viver com sua avó. A diferença da menina antes e depois de sofrer os abusos praticados por sua avó é surpreendente. Agora, a criança não tem mais brilho nos olhos, não sorri e possui diversos hematomas pelo corpo, causado pelos castigos físicos de sua avó que fantasiava-se de bruxa para assustar seus netos, torturando-os. #Casos de polícia