Uma das bonecas mais célebres de todo o mundo é a Barbie. O brinquedo fabricado pela Mattel é popular em todo o planeta. No ano de 2016, no entanto, após ver as vendas caírem, a fabricante da boneca teve uma ideia inovadora. Eles anunciaram que fariam novos modelos da Barbie e teve de tudo. De cor diferente de pele à corpo mais cheinho. O anúncio virou alvo de elogios de internautas, mas nem tudo são flores. Isso porque uma das novidades era uma boneca cadeirante, a 'Barbie Becky'. Desde 1997, o projeto vinha sendo encaminhado pela Mattel, mas acabou sendo cancelado, após um detalhe bizarro, porém evidente, aparecer.

Segundo informações do site 'Pri', repercutidas pelo 'AdNews', a Mattel acabou virando alvo de ferrenhas críticas de seus seguidores.

Publicidade
Publicidade

As críticas foram tantas e tão pesadas que a empresa decidiu tirar a boneca cadeirante de circulação. O motivo é que a empresa, que tanto fala em acessibilidade e inclusão social, esqueceu de outros produtos dela mesma. Um deles é a famosa "dream house", conhecida como a residência da Barbie. O modelo não conseguia transitar pelas portas dos cenários do brinquedo, deixando muita gente bastante irritada. As crianças, especialmente aqueles com alguma deficiência, eram as mais chorosas, afinal, não se viam realmente representadas pelo brinquedo. Antes que a coisa piorasse, a Mattel decidiu parar de fabricar a famosa boneca.

O modelo criado pela Mattel não consegue ter uma vida acessível, nem mesmo na casa montada para ele. Infelizmente, essa é a realidade de muitas criança e adultos que usam a cadeira de rodas, mas os pais que compram o brinquedo queriam que seus filhos largassem um pouco a realidade e mesclassem momentos de sonhos, como acontece todas as vezes que alguém brinca.

Publicidade

Pronunciamento do fabricante

A empresa informou que, após identificar o erro e as reclamações dos clientes, deixou de fabricar a série 'Becky'. Modelos que eram vendidos também foram retirados do mercado. A fabricante do brinquedo feminino mais conhecido do mundo disse ainda que tem a vontade de, no futuro, trazer novamente a boneca, mas em formato menor e que caiba na versão convencional da casa da Barbie tradicional. A Mattel, no entanto, não revelou quando isso deverá acontecer. Ou seja, não há qualquer previsão sobre o assunto.

E você, o que achou da decisão da fabricante do brinquedo que é comercializado desde a década de 1950? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de variados temas. #Negócios