Durante uma relação sexual entre um #Casal, aconteceu algo fora do comum: durante a #Transa, a mulher acabou tendo uma contração involuntária dos músculos da vagina, denominado de vaginismo. Devido a isso, o homem acabou ficando sem conseguir retirar o pênis e ambos ficaram “presos” um ao outro. De acordo com informações do portal de notícias Extra, os dois tiveram que ser levados até o hospital. O caso aconteceu no fim de março, no Quênia, e foi divulgado recentemente por noticiários locais.

Quando o casal percebeu que estava “preso”, acabou pedindo socorro. Em seguida, foram acolhidos pela população que levaram eles até o hospital com a ajuda de uma estrutura volante de madeira.

Publicidade
Publicidade

A cena inusitada do homem e da mulher sendo levados pela cidade, foi toda filmada por curiosos que estavam no local. Nas imagens, é possível ver os dois embrulhados num lençol. No #Vídeo, também é possível ver a mulher com o rosto coberto. De acordo com o portal de notícias, ela seria casada.

Assista ao vídeo:

Outros casos no Quênia

Apesar de não ser muito comum notícias desse tipo, pelo menos no resto do mundo, no Quênia já houve relatos de casos semelhantes a esse. De acordo com a imprensa do país, em novembro de 2016, um outro casal também precisou da ajuda das pessoas para se “soltar” após ficarem presos no ato sexual. Em janeiro de 2017, mais um caso parecido aconteceu na região.

Conheça mais sobre o Quênia

O Quênia está localizado na África Oriental, seu território é um pouco menor que Minas Gerais, com 580.367 km².

Publicidade

Além do inglês – que é sua língua oficial, o país também tem o kikuyu e o luo como idiomas.

A religião que predomina na República do Quênia é o Cristianismo, com cerca de 82% das população. Os muçulmanos somam 11%. Já as outras pessoas se dividem entre baha'i, hinduísmo, siquismo e judaísmo.

Sua culinária tem pratos com misturas das mais variadas. Um exemplo é o “githeri” – uma das comidas mais conhecidas entre os moradores, que mistura feijão e milho. Ele pode conter também banana e verduras e acabar virando um prato chamado “mukimo”.