Um crime chocou a população do estado de Ohio, nos #Estados Unidos. Robert Godwin, de 84 anos, foi baleado em uma rua de Cleveland, Ohio, quando o mesmo voltava para sua casa após um almoço de Páscoa com sua família. De acordo com a BBC Brasil, o suposto criminoso chama-se Steve Stephen, de 37 anos. Apontado como uma pessoa que sempre tratou bem o próximo, Steve não tem antecedentes criminais e trabalhava em uma unidade de saúde mental para crianças. No entanto, de acordo com as autoridades locais, Steve não cometeu somente esse crime, pois o mesmo publicou um vídeo em que contou que já matou outras 12 pessoas e que essa lista ainda poderia aumentar.

Publicidade
Publicidade

Se autodenomina um "monstro"

Em sua conta pessoal no #Facebook, Steve Stephens publicou vídeos após assassinar o idoso. No suposto vídeo, Steve fala que sempre foi um monstro em toda sua vida. "Está vendo, a coisa é, cara, que eu tenho 37 anos e toda minha vida, cara, eu sempre fui um monstro", afirmou no vídeo em sua conta, que já foi deletada. No vídeo, Steve também cita sua ex-mulher, Joy Lane, e a culpa por suas ações.

No #assassinato transmitido ao vivo, o assassino se aproxima da vítima e pede para que ele fale o nome da sua ex. "Pode me fazer um favor? Pode dizer Joy Lane?", solicita o atirador a vítima. Após o idoso falar o nome dela, Steve fala que ela é a razão de tudo isso estar acontecendo e efetua os disparos. Em conversa com a CBS News, Joy Lane lamentou o ocorrido e falou que Steve Stephens sempre foi gentil com ela e seus filhos.

Publicidade

Em outro vídeo publicado em sua conta no Facebook, o atirador faz referência a sua mãe, na qual também a culpa por tudo que ele está fazendo. De acordo com Steve, ele tinha conversado com ela sobre tentativas de suicídio e assassinar algumas pessoas, mas ela não tinha dado muita importância. "Se você me vir de novo, será um milagre", falou ele para a mãe.

Com o assassinato de Robert, Steve fala que já soma 13 assassinatos e que já está planejando o 14º. Ele faz essas afirmações em um outro vídeo também publicado no Facebook.

Busca implacável pelo "assassino do Facebook"

As autoridades locais dos Estados Unidos iniciaram um busca implacável pelo assassino em todo território nacional. A polícia ainda conta com o apoio de agentes do FBI e ATF, a agência sobre álcool, tabaco, armas de fogo e explosivos. Além das buscas policiais, foi oferecido uma recompensa de US$50 mil por qualquer informação que leve a prisão do assassino. "Sabemos que Steve ainda está à solta, em algum lugar", afirmou o chefe da polícia de Cleveland.