O jogo suicida online #Baleia Azul tem dado muito o que falar nos últimos tempos, pela quantidade de mortes a que o mundo tem assistido. Existem policiais de vários países que têm investigado os vários casos de tentativa de suicídio, principalmente motivados pelo jogo da Baleia Azul.

O criador do jogo mortal, Filipp Budeykin, foi novamente preso pelas autoridades russas, por ser o principal responsável pela criação do jogo, que tem matado centenas de jovens em todo o mundo. O autor do jogo também já foi internado num hospital psiquiátrico, situado em São Petersburgo, já que Filipp Budeykin sofre de transtorno bipolar.

Em que consiste o jogo?

Para quem não sabe, o jogo online Baleia Azul surgiu na Rússia e hoje em dia está presente em vários países do mundo.

Publicidade
Publicidade

O principal objetivo do desafio suicida é levar os jogadores a cometerem o suicídio no final do jogo. Esse desafio está principalmente presente nas redes sociais, em grupos, ou até mesmo conversas privadas. De acordo com os dados recolhidos pelo jornal português Jornal de Notícias, o público-alvo do desafio são as pessoas mais jovens, desde a adolescência, até mesmo o início da idade adulta.

Existem várias regras para que o jogo seja cumprido, tal como Filipp Budeykin o criou. Os jogadores são obrigados por pessoas mais seniores no jogo a cumprirem um total de 50 desafios, que serão feitos diariamente. Segundo o jornal português, esses jogadores mais seniores são responsáveis por ameaçar os novos jogadores, até que eles atinjam o desafio final. Todos os desafios diários incidem sobre atitudes violentas, quer a nível físico, quer a nível psicológico.

Publicidade

O último desafio é levar os jogadores mais recentes a cometerem o suicídio.

Outro dado importante sobre o jogo online Baleia Azul é que os jovens, quando tentam desistir do desafio, são ameaçados pelos mentores, que não permitem o abandono do jogo suicida. O Jornal de Notícias conseguiu acessar alguns desafios que os mentores exigem de seus novos jogadores. Um deles consiste em obrigá-los a cortarem o braço com uma lâmina sobre as veias, para depois tirarem uma fotografia e enviarem para os mentores, para avaliação. Outro desafio obriga os jogadores a ouvirem músicas que são enviadas pelos jogadores mais experientes. O último desafio que o jornal português conseguiu descobrir consiste em escrever a sigla F57 na palma da mão com uma navalha.