Por essa ninguém esperava, nem mesmo o #Cristiano Ronaldo que agora se vê em meio a uma denúncia de #Estupro. A notícia veio à tona e causou um reboliço na imprensa de todo mundo, afinal de contas, CR7 estaria mesmo envolvido em um crime hediondo e covarde como o estupro?

De acordo com o portal de notícias online Globo Esporte, a revista alemã Der Spiegel afirma que Cristiano Ronaldo teria estuprado um mulher dentro de um Hotel em Las Vegas e para não ser denunciado comprou o silêncio da vítima com milhares de dólares. Saiba mais aqui.

Estupro

Segundo a revista o estupro teria acontecido em julho de 2009 em um hotel da cidade de Las Vegas nos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

Após um acordo, para que ela não revelasse o crime, CR7 teria feito um pagamento de aproximadamente 375 mil dólares, cerca de 1,1 milhão de reais. A revista Der Spiegel teria conseguido estas informações junto a documentos cedidos pelo o Football Leaks.

A notícia deixou muita gente perplexa e os comentários sobre este possível crime se multiplicam pelas redes sociais. Porém Cristiano Ronaldo ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Carlos Osório de Castro era o advogado de Cristiano Ronaldo na época do suposto estupro, foi procurado pela revista alemã, contudo ele se negou a falar sobre o assunto e deixou claro que não fala ou comenta sobre nenhum cliente. Já o advogado atual de CR7, o alemão Johannes Keiler, entrou em contado com a revista negando que seu cliente tenha cometido o abuso sexual.

Publicidade

Johannes Keiler, afirmou que CR7 vai tomar as medidas legais sobre essa falsa acusação. O advogado ainda afirmou que fazer uma acusação dessas sem provas contundentes, baseada apenas em perguntas, é um absurdo.

Ainda de acordo com a revista Der Spiegel, o pagamento feito a vítima do possível abuso sexual cometido por CR7, aconteceu em janeiro de 2010, ela assinou um documento no qual se comprometeu a não processar o jogador de #Futebol do Real Madrid e nunca revelar o acontecido. Sendo assim ela também nega a comentar o caso. A identidade da suposta vítima também não foi revelada.

Contudo a revista alemã afirma ter uma carta em mãos escrita pela vítima, que contém seis páginas que ela teria escrito para Cristiano Ronaldo onde a mulher que eles afirmam saber a sua identidade, relatou tudo o que aconteceu na madrugada que ela alega ter sido estuprada, inclusive relatou detalhadamente as lesões que sofreu.

De acordo com a empresa Gestifute que presta assessoria de imprensa para Cristiano Ronaldo, veio a público dizer em nome do craque que a matéria sobre este suposto estupro é uma "obra de ficção jornalística".