O Mail Online divulgou uma entrevista realizada com a norte-coreana de 37 anos de idade Hyeonseo Lee, que em 1997 saiu de seu país em uma ousada fuga, e que acredita que Kim Jong-Un certamente lançará um ataque nuclear contra os Estados Unidos se sentir que seu regime ditatorial está prestes a cair.

A história de vida de Hyeonseo é surpreendente. Segundo o Mail Online, com apenas 17 anos, ela viajou sozinha pelo congelado rio Yalu até a China, onde viveu ilegalmente com parentes distantes até conseguir entrar na Coreia do Sul como refugiada, dez anos depois.

Não bastasse a partida arriscadíssima de seu país natal, em 2009 Hyeonseo voltou à #Coreia do Norte para resgatar sua mãe e seu irmão, mesmo ciente de que se fosse pega, seria executada.

Publicidade
Publicidade

Após apanhá-los, a norte-coreana viajou mais de 3.200 km até o Vietnã, onde sua família foi presa. Por um acaso do destino, e sem saber o que fazer, Hyeonseo conheceu um australiano chamado Dick Stolp em um café, que lhe deu dinheiro para subornar funcionários corruptos do governo daquele país e libertar seus entes.

Vivendo atualmente em Seul, a norte-coreana escreveu um livro contando sua vida, intitulado The Girl with Seven Names (A Garota com Sete Nomes), e afirmou na entrevista concedida ao Mail Online que Kim Jong-Un é um "ditador louco", e que não vai parar sua corrida armamentista até ter a capacidade real de lançar uma bomba nuclear contra os Estados Unidos.

Se Kim Jong-Un cair, quer levar os EUA junto

Hyeonseo Lee revelou que considera o seu país de nascimento como "o mais horrível da Terra", e disse que o regime comandado por Kim Jong-Un realiza lavagem cerebral nos cidadãos da Coreia do Norte, de modo que a população acredite na propaganda do regime.

Publicidade

Segundo ela, os norte-coreanos são levados a crer que Pyongyang possui a força militar mais poderosa do mundo. O povo de seu país desconhece, por exemplo, o poderio dos Estados Unidos, e acredita piamente que a Coreia do Norte tem as melhores armas de guerra entre todas as nações.

Hyeonseo também afirmou que Kim Jong-Un "certamente" utilizará seu arsenal nuclear contra os Estados Unidos, caso perceba que o regime controlado por ele esteja prestes a cair perante Washington. A norte-coreana revelou que existe até um tipo de slogan na Coreia do Norte contra a nação americana, que alega que se o regime ditatorial de Kim cair, levará os Estados Unidos junto. Em tradução livre, o slogan diz: "A América morre, nós morremos, todos nós morremos juntos".

Ainda segundo a entrevista concedida ao Mail Online, Hyeonseo disse que os mísseis balísticos vistos na parada militar que ocorreu no último sábado na Coreia do Norte eram novos, e ela acredita que Kim Jong-Un também pode atacar outros alvos além dos Estados Unidos, como por exemplo, a Coreia do Sul e o Japão. #EUA