O Channel 7 da Austrália já transmitiu o polêmico documentário que fala sobre o chocante desaparecimento de Madeleine Mcann. No famoso programa de informação australiano, Gonçalo Amaral, o ex-investigador da Polícia Judiciária de Portugal, foi uma das figuras mais importantes ao afirmar que o MI5 e o antigo Primeiro-ministro Britânico, Gordon Brown, organizaram uma farsa para esconder o corpo de #Maddie depois da criança ter sido morta acidentalmente por seus pais Kate e Gerry Mccann.

O programa australiano “Sunday Night” foi transmitido hoje (23), e se debruçou sobre o #desaparecimento da criança inglesa em 2007 na Praia da Luz, em Portugal.

Publicidade
Publicidade

Gonçalo Amaral foi entrevistado pela equipe de repórteres e revelou a sua teoria de que Maddie foi morta acidentalmente pelos seus pais.

O programa falou também com Gerry McCann que ao saber das novas declarações do investigador português, se limitou a dizer que “quanto menos for dito sobre Gonçalo Amaral, melhor para a investigação”.

Também Colin Sutton, um antigo investigador da Scotland Yard disse que a linha mais recente da investigação das autoridades inglesas passa por encontrar um ex-funcionário do Ocean Clube, empreendimento de onde desapareceu Maddie McCann, que poderá saber o que se passou com a criança.

O programa revelou ainda que, naquela época, na Praia da Luz, várias casas de férias foram assaltadas e que em alguns desses casos existiram mesmo agressões sexuais contra crianças, no entanto, nenhum desses casos foi noticiado em Portugal nessa época.

Publicidade

Outro dos inquiridos no programa foi o Professor Dave Barclay que descreveu a Praia da Luz como um local perfeito para esconder um corpo. Sobre isso, o jornalista Paul Luckman explicou que existem na área mais do que 600 poços onde o corpo poderia ser facilmente colocado.

Uma entrevista com Gerry e Kate McCann também foi transmitida no programa. Nessa conversa com os jornalistas, os pais de Maddie recordaram o quão adorável era a sua filha. Kate afirmou mesmo que ainda sente uma ligação com a filha sempre que regressa à Praia da Luz.

Gonçalo Amaral volta a ser polêmico

A parte mais polêmica do programa foi mesmo a entrevista com Gonçalo Amaral. O antigo investigador português voltou a afirmar que continua suspeitando do casal, no entanto, à televisão australiana ele especificou alguns detalhes que ainda vão dar muito o que falar. O antigo policial referiu que o casal McCann mentiu sobre a janela aberta e sugeriu que a tese de rapto foi apenas uma encenação para tentarem esconder que mataram a menina acidentalmente. Gonçalo Amaral foi mesmo mais longe e revelou que, na sua opinião, foi o MI5, a polícia secreta britânica e Gordon Brown, o ex Primeiro-Ministro do país quem ajudaram Kate e Gerry a fazer o encobrimento do #Crime.

O que acha sobre essas novas declarações? Concorda com a tese de Gonçalo Amaral? Conte a sua opinião nos comentários!